Rússia pede que UE ajude Ucrânia a honrar compromissos

Moscou, 2 nov (Lusa) ? O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, voltou a aconselhar a União Europeia a ajudar a Ucrânia a pagar a dívida pelo gás russo. Com isso, é esperado que Kiev continue a cumprir seus compromissos.

"Até agora, os nossos parceiros ucranianos cumpriram as suas obrigações contratuais. Esperamos que continuem a fazer o mesmo", declarou Putin após um encontro com o seu homólogo dinamarquês na capital russa.

Depois de recordar que a Rússia pagou US$ 2,5 bilhões pela passagem do gás russo para a Europa através do território ucraniano, o premiê russo acrescentou numa linguagem que lhe é comum: "Os parceiros europeus poderiam entrar com pelo menos bilhões. Porque são forretas se têm dinheiro? Que abram os cordões à bolsa".

Além disso, Putin recordou que a UE havia prometido à Ucrânia apoio financeiro, mas acrescentou: "Já passou mês e meio, será que ainda não chegou a hora?".

"O FMI diz-nos que a Ucrânia não tem problemas de dinheiro. Iúlia Timochenko, primeira-ministra ucraniana, diz que o presidente Iuschenko bloqueou a transferência desse dinheiro do Banco Central para o governo pagar", declarou.

"Nada sabemos sobre isso, não nos intrometemos nos assuntos internos da Ucrânia durante a campanha eleitoral. Mas se houver problemas, pedimos aos nossos parceiros europeus que intervenham", concluiu Putin.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos