Sporting anuncia contratação do técnico Carlos Carvalhal

Lisboa, 15 nov (Lusa) - A contratação de Carlos Carvalhal para treinador do Sporting comunicada neste domingo à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pela Sociedade Desportiva de Futebol (SAD) leonina, informa um comunicado publicado no site da comissão.

O documento, emitido hoje de madrugada, pode ser consultado no endereço www.cmvm.pt.

"A partir desta data, o treinador Carlos Carvalhal assumirá o comando técnico da equipe principal", lê-se no comunicado.

O contrato celebrado com Carlos Carvalhal é válido até o final da atual temporada, tendo sido conferida à Sporting SAD uma opção para fazer prorrogar o contrato para a temporada 2010/2011, caso o deseje.

O novo treinador tem 43 anos e a última equipe que treinou foi o Marítimo, clube com o qual rescindiu em 28 de setembro.

Em 17 jogos realizados pela equipe madeirense sob sua orientação, apenas ganhou dois.

Carvalhal substitui Paulo Bento, que rescindiu com o Sporting após uma sequência de maus resultados que levaram a equipe para oitavo lugar na classificação do Português, a 11 pontos do líder, o Sporting Braga.

Dança das cadeiras

Carvalhal é o quarto técnico a orientar dois clubes na edição de 2009/10 do Campeonato Português.

Ele começou a temporada no Marítimo, mas, apesar do empate por 1 a 1 "arrancado" no estádio da Luz na rodada inaugural, os maus resultados ditaram a sua saída do clube insular, onde foi substituído pelo antigo zagueiro central holandês Mitchell van der Gaag, que era seu adjunto.

Quando deixou o Marítimo, após a sexta rodada, foi a terceira vítima de demissões na temporada em curso, sucedendo a Carlos Azenha e Ulisses Morais, despedidos pelo Vitória de Setúbal e pela Naval 1º de Maio, ambos após a quarta rodada.

Depois a Liga viveu uma oitava rodada repleta de novidades, com cinco clubes estreando treinadores, com duas trocas diretas - Paulo Sérgio mudou-se do Paços de Ferreira para o Vitória de Guimarães e Manuel Fernandes da União de Leiria para o Vitória de Setúbal.

Se André Villas-Boas substituiu Rogério Gonçalves na Académica, Paulo Sérgio deixou o Paços de Ferreira para substituir Nelo Vingada em Guimarães e Manuel Fernandes saiu da União de Leiria para ir para Setúbal, onde Joaquim Serafim "Quim" era técnico interino desde a saída de Carlos Azenha.

A saída de Paulo Sérgio abriu as portas do Paços de Ferreira a Ulisses Morais, enquanto a União de Leiria optou por apostar num regresso de Lito Vidigal à Liga principal. Lito, que orientou o Estrela da Amadora no início da te çlrada anterior, estava agora no Portimonense, que deixou no comando da segunda divisão quando se mudou para Leiria.

Paulo Bento tornou-se o terceiro técnico a deixar um clube por iniciativa própria, ao sair do Sporting após a nona rodada da Liga, depois de ceder dois empates por 1 a 1 em casa, ao Marítimo e ao Ventspils, este pela Liga Europa.

Após quatro anos no comando dos "leões", Paulo Bento foi interinamente substituído pelo adjunto Leonel Pontes, que conquistou um empate por 2 a 2 na casa do Rio Ave, na 10ª rodada, e agora tem como sucessor Carlos Carvalhal.

Os outros dois treinadores que deixaram clubes por iniciativa própria foram Paulo Sérgio e Manuel Fernandes, tendo este abdicado de um prêmio de 300 000 euros por ter conseguido a subida da União de Leiria à Liga Principal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos