Estádios angolanos para CAN estão quase prontos, diz órgão

Luanda, 17 nov (Lusa) - O diretor-executivo da Comissão de Organização do CAN 2010, que será realizada em Angola em janeiro, afirmou à Agência Lusa que os quatro estádios que vão abrigar a maior competição esportiva africana "estão praticamente prontos".

Questionado pela Agência Lusa sobre notícias na imprensa angolana que apontam para a existência de atrasos na construção dos estádios, António Mangueira afirmou, em forma de interrogação sobre as especulações, se se deve acreditar mais nestas ou nas explicações do governo angolano.

"Creio que tem havido especulações, mas também explicações que o governo tem dado", disse, adiantando, dirigindo-se ao jornalista: "Não sei se acredita mais nas especulações se nas explicações do governo".

Além disso, Mangueira declarou que os quatro estádios construídos, nas cidades de Luanda, - o maior, com capacidade para 50 mil espectadores e onde acontecerão as cerimônias mais importantes -, Benguela, Cabinda e Lubango (Huila) estão praticamente concluídos.

"Os estádios menores há muito tempo que estão praticamente prontos. O estádio que tinha mais problemas era o de Luanda, por ser maior, porque não é o mesmo fazer um estádio para 50 mil pessoas e outro para 20 mil", apontou.

Admitiu, no entanto, que até há cerca de duas semanas, "quem olhava para o estádio de Luanda, à vista desarmada, e de fora, este tinha aparência de estar atrasado, mas lá dentro via-se perfeitamente que estava avançado".

"A parte das acessibilidades é que ainda tem trabalhos em curso", afirmou, frisando que o estádio, esse está apenas na fase de consolidação do gramado para estar totalmente acabado.

O dirigente do COCAN adiantou ainda que nos próximos dias os dirigentes Confederação Africana de Futebol (CAF) vão fazer mais uma vistoria aos quatro estádios.

Além disso, ele explicou ainda que a inauguração do estádio de Luanda só não se realizou a 11 de novembro, dia da independência angolana por questões relacionadas com a consolidação da relva, o que deverá acontecer em finais deste mês.

Outras das questões que tem sido alvo de atenções é o acesso aos vistos de entrada em Angola por ocasião do CAN, de 10 a 30 de janeiro, o que, segundo António Mangueira, está a ser devidamente tratada de forma a facilitar o deslocamento das pessoas.

Mangueira informou que o ministério das Relações Exteriores deu instruções a todas as embaixadas angolanas para conferir prioridade na emissão dos vistos para quem pretende viajar para Angola no âmbito do CAN e ainda que vai ser facultada a possibilidade de acesso a vistos de curta duração emitidos à chegada ao país.

"Mas estes só serão emitidos depois de o COCAN confirmar junto do Serviço de Migração e Estrangeiros que se trata de uma entrada no contexto da realização do CAN 2010", notou.

Sorteio

Por outro lado, ele informou ainda que o sorteio da competição, que vai ter lugar na sexta-feira, no Centro de Convenções de Talatona, vai contar com 350 convidados para assistir à distribuição das equipas pelas quatro cidades que vão abrigar a competição.

Neste momento sabe-se apenas que Angola vai estar no grupo A, com sede em Luanda, e cabeça de série na qualidade de anfitriã das restantes 15 seleções que vão disputar a taça.

A cerimônia do sorteio, que tem os portugueses da Cunha Vaz e Associados na organização, não vai contar com estrelas internacionais do futebol africano, sendo esse papel, por indicação da CAF, atribuído a jogadores angolanos que vão estar na recolha das bolas dos potes do sorteio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos