Nacional pressiona e consegue arrancar empate com Naval

Funchal, 28 nov (Lusa) - Um gol de Mateus, com quase 45 minutos do segundo tempo, permitiu ao Nacional arrancar o empate de 1 a 1 com a Naval 1º de Maio, em jogo disputado no Estádio da Madeira e válido pela 11ª rodada do Campeonato Português.

O gol do atacante veio coroar a pressão final exercida pela equipe insular em busca do empate, depois de a Naval ter aberto o placar no último minuto do primeiro tempo, com Camora.

Com o resultado, os insulares permanecem em quarto lugar, com 18 pontos, enquanto os figueirenses provisoriamente subiram para a 10ª posição, com 11.

Em uma partida marcada pela ausência do técnico do Nacional, Manuel Machado, internado depois de passar por uma cirurgia, a equipe mostrou muitas dificuldades para ultrapassar a zaga figueirense.

O esquema montado por Augusto Inácio funcionou na primeira etapa. Bem fechados na defesa e com uma aposta clara no contra-ataque, a Naval obrigou o time de casa a fazer um esforço suplementar.

Focado no ataque, o Nacional acabou sofrendo um gol em um contra-ataque. Camora, com passe de Marinho, marcou faltando poucos segundos para o intervalo.

No segundo tempo, com a entrada de Mateus no lugar do zagueiro Cléber, as opções ofensivas geraram alguma expectativa, mas, na prática, o que se viu foi mais do mesmo, um futebol sem qualidade e com poucas chances de gol.

As entradas de João Aurélio (17 minutos do segundo tempo) e de Anselmo (aos 24) melhoraram o ataque dos madeirenses, mas os visitantes decidiram se manter fechados na defesa.

A pressão do Nacional, porém, acabou dando frutos com quase 45 do segundo tempo, pelos pés de Mateus, que marcou um gol sem chances de defesa para Peiser.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos