Paços derrota Nacional com 2 gols do brasileiro William

Paços de Ferreira, Porto, 11 dez (Lusa) - Com dois gols do brasileiro William, o Paços de Ferreira derrotou nesta sexta-feira, em casa ? onde não vencia desde 23 de maio -, o Nacional por 2 a 1, no jogo de abertura da 13ª rodada do Campeonato Português.Na Mata Real, onde venceram jogando bem, os "castores" abriram o placar com William, aos 41 minutos do primeiro tempo, mas cederam o empate aos 9 da segunda etapa, na primeira participação na partida de Amuneke. A vitória foi confirmada aos 17, novamente com o atacante brasileiro, que fez seu quinto gol na competição.Com o triunfo, o Paços de Ferreira alcançou os 14 pontos e passou o Vitória de Guimarães, em décimo na classificação geral, com 13 pontos e menos um jogo. A equipe tem a mesma pontuação de União de Leiria e Naval 1º de Maio.O Nacional, com os mesmos 21 pontos, manteve a quarta colocação, mas pode ser superado pelo Marítimo (19 pontos), caso o time vença, em casa, o Rio Ave. Os "castores" também podem ser alcançados pelo Sporting (18), que recebe, no sábado, a União de Leiria.Os primeiros momentos do jogo mostraram um Nacional mecanizado e confiante e um Paços de Ferreira temeroso e errando muitos passes, sugerindo uma vantagem que poucas vezes se concretizou.A zaga do Nacional e a utilização de Roncatto - jogador mais criativo do que Leonel Olímpio - como organizador das jogadas dos "castores" foram trunfos bem explorados pelo time da casa.William marcou aos 41 minutos, após tentar aos 13 e 17, aproveitando-se de uma falha de Felipe Lopes, que não conseguiu acertar a bola colocada por Maykon, desde o meio-campo, para entrar sozinho e, na área, derrotar Bracalli.Em um primeiro tempo equilibrado e sem grandes oportunidades de marcar, o Nacional teve, em Rúben Micael, o jogador com melhor exibição, mas foi Pecnik, quatro vezes, quem chutou contra o gol de Cássio.O destaque vai para uma "bomba", de chute livre, aos 30 minutos da primeira etapa, e, na sequência, Jorginho teve que fazer o papel de goleiro, que tinha caído, para impedir o gol do meia esloveno.O Nacional entrou mais forte no segundo tempo e, aos 9 minutos, Amuneke, na primeira participação do jogo, empatou a partida, após passe de esquerda de Mateus, que aproveitou um erro de Pedrinha.O Paços de Ferreira não se deixou abater pelo empate e, oito minutos depois, aos 17, William colocou novamente o time à frente no placar, aproveitando uma sobra na área, após uma primeira defesa de Bracalli de um chute de Ciel.O jogo ficou mais equilibrado e aberto, e o Paços poderia ter ampliado a vantagem duas vezes, aos 31 e 45, em lances concluídos por Pedrinha e Ciel.Porém, a maior oportunidade de gol foi perdida pelo Nacional, com Mateus, aos quatro minutos de acréscimo. Após passe de João Aurélio, o jogador angolano chutou por cima do gol, vazio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos