Topo

Presidente filipino admite assassinatos e ONU pede investigação

2016-12-20T16:29:00

20/12/2016 16h29

Chefe de Direitos Humanos das Nações Unidas afimou que "confissão" de Rodrigo Duterte de que teria matado três pessoas quando era prefeito da cidade de Davao constitui homicídio. Edgard Júnior, da ONU News em Nova York. O alto comissário da ONU de Direitos Humanos, Zeid Al Hussein, pediu esta terça-feira a abertura de uma investigação [...]