ONU preocupada com protestos que mataram pelo menos 5 na RD Congo

Em nota, secretário-geral pediu moderação ao governo e às forças de segurança garantindo o direito dos congoleses à liberdade de expressão; segundo agências de notícias, manifestantes exigiam saída do presidente Joseph Kabila do poder.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos