Topo

ONU preocupada com protestos que mataram pelo menos 5 na RD Congo

01/01/2018 14h44

Em nota, secretário-geral pediu moderação ao governo e às forças de segurança garantindo o direito dos congoleses à liberdade de expressão; segundo agências de notícias, manifestantes exigiam saída do presidente Joseph Kabila do poder.