Giro UOL traz os destaques da manhã desta quinta, 03/03, para você; ouça

Thomaz Molina

Do UOL, em São Paulo

Cunha no STF 

Palácio do Planalto teme que Eduardo Cunha faça retaliações contra o governo em votações no Congresso Nacional depois de a maioria dos ministros do STF decidir pela abertura de ação penal contra o presidente da Câmara.

Seis ministros, portanto a maioria, já votaram por abrir ação penal que pode tornar Cunha réu nas acusações de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em suposto esquema de corrupção na Petrobras. O Supremo continua a deliberar sobre a denúncia hoje.

Leia mais

 

Imposto sindical bancou Lula 

O ex-gerente de Responsabilidade Social da Petrobras Armando Tripodi afirmou em depoimento concedido ao site institucional Memória Petrobras que petroleiros da Bahia usaram o imposto sindical na campanha de Lula à Presidência em 2002.

A prática é vedada pela legislação eleitoral, que proíbe que sindicatos e entidades de classe façam doações eleitorais. A prestação de contas da campanha de Lula naquele ano não registra nenhum repasse do sindicato. O PT não se manifestou sobre as declarações.

Leia mais

 

Investimentos no metrô caem 

Os investimentos na expansão do metrô de São Paulo por parte do governo do Estado tiveram queda de R$ 1,3 bilhão entre 2014 e 2015, de acordo com levantamento feito com dados da Lei de Acesso à Informação.

A redução de 31% foi causada pela interrupção de obras de expansão da linha 4-amerela, que teve o seu contrato rescindido pelo governo Alckmin em julho de 2015, e o ritmo lento da construção da linha 17-ouro, com processo de rescisão contratual iniciado pelo Estado em janeiro deste ano.

Leia mais

 

Crianças sem material escolar em SP 

Mas os problemas não são só no governo estadual. Quase três semanas depois do início das aulas, milhares de alunos ainda não receberam da Prefeitura de São Paulo os uniformes e os materiais escolares básicos da rede municipal, como lápis, caneta e caderno.

O atraso na entrega das roupas e calçados atinge cerca de 124 mil crianças. A gestão do prefeito Fernando Haddad prevê mais três semanas para regularizar a situação.

Leia mais


Violência urbana 

Polícia matou 1 em cada 5 pessoas assassinadas no Rio de Janeiro em 2015. Ao todo, foram cometidos 1.564 homicídios intencionais na capital fluminense no ano passado, sendo 307 por policiais.

Em 2014, a polícia foi responsável por 247 mortes no Rio. A Secretaria de Segurança Pública do Estado informou que está reduzindo o uso de fuzis e de munição, e também criou um centro de formação do uso progressivo da força 'para contribuir na redução dos índices criminais'.

Leia mais

 

Se dirigir, não escreva 

As multas por uso de celular no trânsito de São Paulo cresceram 22% de janeiro a novembro do ano passado na comparação com o mesmo período de 2014.

A multa por usar o celular ao dirigir é uma das cinco mais aplicadas pela CET na capital paulista nos últimos anos.

Leia mais


Mega-Sena 

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena. O prêmio acumulou e pode chegar a R$ 24 milhões no próximo concurso, que acontece no sábado.

A Caixa informou que 48 apostas acertaram a quina e vão levar R$ 45.797,11 cada uma. Já as 2.549 pessoas que fizeram a quadra vão receber R$ 1.232.

Leia mais


Corinthians e Grêmio vencem

Corinthians e Grêmio fizeram o dever de casa e venceram na noite de ontem pela Libertadores. Os gaúchos golearam a LDU por 4 a 0 e se recuperaram da derrota na estreia para o Toluca, do México.

Já o Corinthians teve dificuldades contra o Santa Fe, da Colômbia, mas ganhou por 1 a 0, com um gol de Guilherme. Com a vitória, o time reassumiu a liderança do grupo 8, com seis pontos.

Leia mais


Noite de Libertadores 

O Palmeiras enfrenta o Rosario Central no Allianz Parque e pode assumir a liderança do Grupo 2 da Libertadores. O time jogou quatro partidas no estádio neste ano e ainda não venceu nenhuma.

Você pode acompanhar o jogo ao vivo a partir das 21h45 pelo aplicativo Placar UOL ou pelo site uol.com.br.

Leia mais

 

Imortais? 

O vocalista dos Rolling Stones, Mick Jagger, afirmou que 'não pensa em parar' de se apresentar, e que a banda britânica pode produzir novos álbuns e promover novas turnês pelo mundo. Jagger deu entrevista exclusiva à apresentadora Luciana Gimenez, com quem tem um filho.

Os Stones fizeram o último show no Brasil na última noite, em Porto Alegre. Mesmo debaixo de chuva, a banda animou o público que recebeu o grupo pela primeira vez na história.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos