Giro UOL traz os destaques da noite desta terça, 15/03, para você; ouça

Andre Medeiros

Do UOL, em São Paulo

Mercadante x Delcídio

Aloizio Mercadante se defendeu das acusações de Delcídio do Amaral, que afirmou que o ministro da Educação chegou a oferecer uma ajuda financeira ao senador para evitar a delação e lobby junto ao STF para livrar o parlamentar das acusações.

Mercadante isentou a presidente Dilma de responsabilidade no diálogo com Delcídio, disse que foi envolvido pelo advogado na defesa jurídica do senador e ainda afirmou que a conversa não foi transcrita na íntegra. O relato foi feito por Delcídio em delação premiada aprovada hoje pelo Supremo.

Leia mais

 

Aécio é citado

O presidente do PSDB, Aécio Neves, também foi citado na delação de Delcídio. O senador disse que o tucano recebeu propina da usina de Furnas, subsidiária da Eletrobras. A acusação confirmou o depoimento do doleiro Alberto Yousseff, que já havia relatado o caso.

Delcídio ainda afirmou ter ouvido que Aécio era beneficiário de uma fundação sediada em um paraíso fiscal, da qual ele seria dono ou controlador. A operação financeira teria sido estruturada por um doleiro no Rio de Janeiro. Aécio respondeu as acusações e disse que as citações de Delcídio são "requentadas e mentirosas".

Leia mais

 

Vai falar

E além da delação de Delcídio, Mônica Moura, mulher e sócia do marqueteiro do PT João Santana, decidiu fazer uma declaração premiada na Lava Jato. Ela e o marido estão presos.

Os termos da colaboração estão sendo definidos com os procuradores da operação. O casal é suspeito de receber US$ 7,5 milhões da Odebrecht via uma offshore no exterior.

Leia mais

 

Julgamento suspenso

O Supremo Tribunal Federal suspendeu o julgamento do recurso no qual a defesa de Lula questiona a competência do juiz Sérgio Moro para presidir a investigação contra o ex-presidente e a família dele no caso do tríplex em Guarujá (SP).

Depois de analisar o recurso, a Corte entendeu que o julgamento teve de ser suspenso para que Moro e a Justiça de São Paulo decidam o conflito de competência para julgar a denúncia.

Leia mais

 

Bolsa despenca; dólar salta

O Ibovespa despencou 3,56% hoje, para 47.130,02 pontos. Foi a maior queda diária desde 2 de fevereiro. O cenário político e o mau desempenho da Petrobras e dos bancos ajudaram na queda.

O dólar subiu, e bastante. A moeda norte-americana emendou a segunda alta seguida, com ganho de 3,03%, cotada em R$ 3,763. É a maior valorização percentual diária desde 13 de outubro do ano passado.

Leia mais

 

Desemprego

O Brasil fechou 2015 com 8,6 milhões de pessoas sem trabalho, um aumento de 27,4% na comparação com 2014.

Com isso, o desemprego chegou a 8,5% da população, o maior nível registrado desde 2012.
Os números são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, a Pnad Contínua, e foram divulgados hoje pelo IBGE.

Leia mais

 

Bastidores do futebol

E no futebol, a cúpula do São Paulo poupou o técnico Edgardo Bauza pelos maus resultados do time e já discute negociar o meia Michel Bastos, que está sendo sondado pelo Internacional.

A estratégia é identificar jogadores insatisfeitos no clube e tentar envolver esses atletas em trocas com outros times para qualificar o elenco.

Leia mais

 

Audiência na TV

O capítulo de estreia de Velho Chico superou a das últimas quatro novelas da faixa das 21h na Globo. A trama alcançou 35 pontos de média de audiência e 52% da participação em São Paulo; no Rio, atingiu 38 pontos, com participação de 55%. Cada ponto equivale a 69.417 mil domicílios.

O enredo da novela é sobre o amor impossível entre famílias rivais no sertão nordestino. A trama vai mostrar, inclusive, como a paisagem mudou ao longo dos anos.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos