Cardozo foi hábil em defesa de Dilma na Câmara, afirma Josias de Souza

Bruno Soares

Do UOL, em São Paulo

Cardozo diz que impeachment seria "rasgar a constituição"

O advogado-geral da União, ministro José Eduardo Cardozo, fez hoje a defesa da presidente Dilma Rousseff na comissão do impeachment na Câmara dos Deputados.

Cardozo argumentou que o pedido foi acolhido como vingança do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, devido à bancada do PT ter votada a abertura de processo contra ele na Comissão de Ética da Casa. Ele também disse que o atual pedido é um erro histórico e um golpe equivalente a rasgar a constituição de Estado, além de afirmar que o vice-presidente Michel Temer não vai ter legitimidade para conduzir o País.

Leia mais

 

Nem com suco de maracujá

Pouco antes, o presidente da comissão que analisa o impeachment de Dilma Rousseff, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF), negou o pedido da oposição que pretendia impedir que o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, fizesse a defesa da presidente.

Durante a sessão, o presidente da comissão mandou servir suco de maracujá para acalmar os parlamentares. Mas a medida não foi suficiente para contar os ânimos acirrados dos deputados.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos