Giro UOL traz os destaques da noite desta segunda, 11/04, para você; ouça

Saulo Novaes

Do UOL, em São Paulo

Discurso da vitória?

O vice-presidente Michel Temer enviou um discurso de 15 minutos a parlamentares do PMDB em que fala como se o impeachment já tivesse sido aprovado pela Câmara dos Deputados. A votação só deve acontecer no domingo, dia 17. A fala é uma espécie de carta de apresentação do que seria uma gestão dele e, no áudio, Temer diz estar fazendo seu primeiro "pronunciamento à nação".

A assessoria de Temer confirmou a veracidade do áudio e disse que ele o enviou "por acidente" aos aliados.  O vazamento do discurso pegou a presidente Dilma Rousseff de surpresa e fez com que ela ordenasse uma resposta enfática do governo, colando ao vice-presidente a imagem de "golpista".

Leia mais
 


Rede a favor do impeachment

A Rede Sustentabilidade, da ex-senadora Marina Silva, aderiu ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Embora Marina e seu partido continuem defendendo que a cassação da chapa que elegeu Dilma e o vice Michel Temer pelo TSE seja o melhor caminho, em nota divulgada hoje, a Rede afirma que, depois de debater internamente, a maioria dos integrantes entende que "existem elementos que justificam a admissibilidade do processo contra a presidente Dilma" na Câmara dos Deputados.

Leia mais
 


Novela Lula

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), entrou hoje com uma representação criminal na Procuradoria-Geral da República contra a presidente Dilma Rousseff. O tucano acusa a petista de ter cometido crime de corrupção passiva privilegiada ao ter nomeado o ex-presidente Lula para assumir o cargo de ministro-chefe da Casa Civil.

Já Lula classificou a atual crise política como sendo um processo de "criminalização" do PT que visa tirar a presidente Dilma Rousseff do poder e o impedir de ser candidato à Presidência. As declarações do ex-presidente foram dadas em entrevista ao jornalista norte-americano Glenn Greenwald publicada hoje no site "The Intercept".

Leia mais
 


Cenário de instabilidade

Para o ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), José Eduardo Cardozo, o impeachment da presidente Dilma Rousseff seria um ato capaz de inviabilizar o país para investimentos. De acordo com Cardozo, os mercados não teriam segurança jurídica para garantir uma possibilidade de crescimento do país.

O ministro diz que o governo tem condições de fazer um pacto caso consiga vencer a votação do impedimento na Câmara. Ele afirma também que a presidente vai governar, mesmo com o ex-presidente Lula nomeado na Casa Civil.

Leia mais
 


Mercado em movimento

Com queda de 2,83%, o dólar comercial teve a segunda baixa seguida e fechou cotado em R$ 3,495. Esse é o menor valor de fechamento da moeda desde 20 de agosto do ano passado e a maior queda percentual diária em seis meses.

Depois de chegar a subir 1% durante a manhã, a Bovespa fechou em queda de 0,25%, com 50.165,48 pontos. A desvalorização interrompe uma sequência de duas altas seguidas da Bolsa.

Leia mais

 


Supersalários em tempo de crise

Em menos de três anos, o número de funcionários da Câmara Municipal de São Paulo que recebem salários acima do teto municipal passou de 76 para 129: uma alta de 67%. Pelo menos três têm rendimento superior a R$ 60 mil. O gasto com os supersalários é de R$ 1 milhão por mês.

A Câmara Municipal mantém atualmente 2.097 funcionários, entre concursados, comissionados e celetistas.

Leia mais
 


Mortes quase triplicam

Em quatro meses o Brasil já registra 102 mortes por complicações da gripe H1N1, quase o triplo das 36  em todo o ano passado.

O Estado de São Paulo concentra a maioria das mortes por complicações da gripe, com 70 registros. Em seguida, estão Goiás (6), Santa Catarina (5) e Bahia (3). O número de casos de síndrome respiratória aguda grave ligados ao H1N1 chegou a 686, aumento de 76% em relação ao registrado em todo o ano anterior.

Leia mais
 


Confusão e bate-boca por vacina

O primeiro dia da campanha de vacinação contra o vírus H1N1 começou hoje com casos de briga, bate-boca e desmaio nos postos de saúde de São Paulo.

Na Grande São Paulo, estão sendo vacinadas crianças maiores de seis meses e menores de cinco anos, idosos com mais de 60 anos e gestantes. Pessoas com doenças crônicas e mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias começam a receber a vacina no dia 18. Nas demais cidades do Estado, a campanha de vacinação contra a gripe deve seguir o calendário do Ministério da Saúde, com início previsto para o dia 30 de abril.

Leia mais
 


As restrições de Neymar

O contrato firmado entre Barcelona e Neymar em junho de 2013 impõe uma série de restrições ao atacante brasileiro. O site Football Leaks teve acesso ao documento. Para assinar vínculo com o clube catalão, Neymar teve de aceitar algumas imposições, entre as quais fica proibido de andar de moto, jet-ski e de praticar esportes radicais. Além disso, o acordo estabelece que Neymar aprenda o idioma catalão.

Pelos cinco anos de contrato, Neymar receberá um mínimo de 45,9 milhões de euros (R$ 187 milhões) em bonificações.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos