Giro UOL traz os destaques da noite desta segunda, 18/04, para você; ouça

Andre Medeiros

Do UOL, em São Paulo

"Injustiçada e indignada"

"Injustiçada e indignada". Foram essas as palavras que Dilma Rousseff usou no primeiro discurso depois da aprovação pela Câmara do andamento do processo de impeachment. A presidente disse que não cometeu as chamadas pedaladas fiscais baseadas na ilegalidade e que o processo de impedimento não tem base de sustentação contra ela.

Dilma avaliou que enfrenta um golpe de Estado, mas que está preparada para se defender até o fim no Senado. A presidente ainda aproveitou para falar sobre a postura do vice Michel Temer e afirmou que "a sociedade humana não gosta de traidores". O processo de impeachment contra Dilma foi aprovado por 367 deputados e agora segue para o Senado.

Leia mais

 

O planejamento de Temer

Auxiliares de Michel Temer avaliam que o vice vai ter de trazer nomes de peso nas áreas econômica e social em um eventual novo governo.

Para a economia, Temer tem dois nomes que já melhorariam as expectativas dos agentes econômicos, Armínio Fraga, que seria o ministro da Fazenda se Aécio tivesse ganhado a eleição, e Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central no governo Lula. Na área social, um dos nomes citados é o do economista Ricardo Paes de Barros.

Leia mais

 

Novas eleições

A ex-ministra Marina Silva (Rede) defendeu hoje que a Justiça Eleitoral realize novas eleições presidenciais ainda neste ano, ao comentar sobre a aprovação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara.

Ela ainda afirmou que o impeachment não é golpe, mas que o melhor caminho é do Tribunal Superior Eleitoral, onde tramitam ações que pedem a cassação da chapa Dilma e Temer sob acusação de ter sido abastecida com dinheiro de corrupção.

Leia mais

 

O que pensa FHC

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso classificou como violento o processo de impeachment de Dilma Rousseff. Ele ainda disse que uma saída da presidente não caracterizaria risco à democracia do Brasil.

FHC ainda afirmou que vê o país mais maduro e comemorou o fato de não terem sido registrados muitos casos de conflitos entre manifestantes neste domingo.

Leia mais

 

Dirceu internado

O ex-ministro José Dirceu (PT) foi internado na manhã de hoje, no Hospital Santa Cruz, em Curitiba, para uma bateria de exames.

Na semana passada, o juiz Sergio Moro autorizou a internação do petista, que vinha se queixando de dores de cabeça e apresentando um quadro de pressão arterial alta.

Leia mais

 

Primeiro pregão

A Bolsa fechou em queda de 0,63%, a 52.411,02 pontos, no primeiro pregão depois da Câmara dos Deputados aprovar a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma. A baixa foi puxada pelo desempenho negativo das ações da Petrobras, que caíram 4,6%.

Já o dólar teve alta de 2,08%, cotado em R$ 3,476. A valorização foi influenciada pela atuação do Banco Central e por investidores que aproveitaram para comprar a moeda depois das recentes quedas.

Leia mais

 

Perspectivas econômicas

A perspectiva de economistas para a taxa básica de juros, a Selic, deste ano foi reduzida. Fechada antes da votação que aprovou a abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma, a pesquisa semanal realizada pelo Banco Central mostrou que a perspectiva agora teve uma pequena oscilação e deve ficar em 13,38% ao ano.

O levantamento anterior apontava que o valor terminaria 2016 a 13,75%. Hoje, a taxa está em 14,25% ao ano.

Leia mais

 

Regras de telefonia

A Anatel anunciou hoje uma norma que proíbe que operadoras pratiquem a diminuição e cortes de planos de internet fixa sem aviso ao consumidor. A medida também impede que as companhias cobrem excedentes que esgotarem franquias de transferências de dados.

A Anatel também explica que se as operadoras quiserem aplicar a redução de velocidade, suspensão de serviço ou cobrança de tráfego excedente, elas vão ter de disponibilizar aos clientes ferramentas que permitam um acompanhamento dos serviços de dados de modo funcional e adequado.

O descumprimento das normas pode gerar uma multa diária de R$ 150 mil, que pode chegar a até R$ 10 milhões.

Leias mais

 

Deu Djoko, de novo

Um dos grandes favoritos para a conquista da medalha de ouro no torneio de tênis da Olimpíada do Rio, o sérvio Novak Djokovic venceu pela terceira vez o Prêmio Laureus de melhor esportista do ano.

Ganhador de três dos quatro Grand Slams de 2015, o tenista repetiu o feito do ano passado, e deixou para trás esportistas como Messi, Usain Bolt e Lewis Hamilton.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos