Giro UOL traz os destaques da noite desta sexta, 22/04, para você; ouça

André Medeiros

Do UOL, em São Paulo

Dilma na ONU

A presidente Dilma Rousseff afirmou na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, que o Brasil vive um momento 'grave' nas questões políticas, mas que os brasileiros vão saber impedir 'um retrocesso' na democracia.

A afirmação da presidente aconteceu no fim do discurso. O encontro com os líderes de outros países na sede da ONU fez parte da cerimônia de assinatura do Acordo de Paris, sobre questões referentes às mudanças climáticas.

Leia mais
 


A resposta de Cunha

Poucos minutos depois de Dilma Rousseff encerrar o discurso na ONU, a presidência da Câmara, comandada por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), divulgou nota para reafirmar a posição de que o atual pedido de impeachment não é golpe e que Dilma perdeu as condições de governar.

De acordo com o texto, o impeachment é um instrumento legítimo, e 'o parecer aprovado pela Comissão Especial e ratificado por ampla maioria da Câmara dos Deputados comprovou os indícios de crime de responsabilidade na liberação de créditos sem aprovação do Congresso'.

Leia mais
 


Os nomes do governo no Senado

O bloco de apoio ao governo no Senado, formado por PT e PDT, anunciou os nomes de Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), José Pimentel (PT-CE) e Telmário Mota (PDT-RR) como representantes na comissão especial do impeachment.

A comissão vai ser instalada na segunda-feira e deve ter como presidente o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) e como relator Antonio Anastasia (PSDB-MG).

Leia mais
 


Novos ministros

Dilma nomeou hoje os novos ministros de Minas e Energia, Cidades, Turismo e Portos. Os novos titulares das pastas foram confirmados na edição de hoje do Diário Oficial.

Nas Minas e Energia, assume Marco Antônio Martins Almeida, que já exercia o cargo de secretário no ministério. Inês da Silva Magalhães, que já estava como interina, foi efetivada nas Cidades no lugar de Gilberto Kassab. Na Pesca, assume Maurício Muniz Barreto de Carvalho e, no Turismo, o novo ministro é Alessandro Teixeira.

Leia mais
 


STF quebra sigilo de Agripino Maia

O Supremo Tribunal Federal autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), do deputado Felipe Maia (DEM-RN), filho dele, e de mais 14 pessoas.

Agripino é alvo de um inquérito que apura se o parlamentar negociou o pagamento de propina da empreiteira OAS durante a construção da Arena das Dunas, estádio em Natal usado na Copa do Mundo de 2014.

Leia mais
 


Mercado financeiro

A Bolsa fechou em baixa de 1,36%, com 52.907,88 pontos. Na semana, a Bovespa acumula desvalorização de 0,6%. O tombo de hoje foi puxado, principalmente, pelo desempenho negativo da Vale, que despencou quase 11%.

O dólar fechou em alta de 1,07%, cotado em R$ 3,57, com ação do Banco Central no mercado de câmbio e em dia de poucos negócios, por causa do feriado da véspera.

Leia mais
 


Baixas na carteira

O Brasil fechou 118.776 vagas com carteira assinada em março, mais do que em fevereiro, quando o país perdeu 104.582 empregos formais. Os dados fazem parte do Caged e foram divulgados pelo Ministério do Trabalho.

Esse é o pior resultado para o mês de março em 24 anos, desde 1992, quando a pesquisa começou a ser feita. É também o 12º mês seguido em que o país perdeu vagas de trabalho. No acumulado do primeiro trimestre, já são cerca de 319 mil empregos a menos no país.

Leia mais
 


Concluída autópsia de Prince

Foi concluída hoje a autópsia do cantor norte-americano Prince, encontrado morto na última quinta-feira, em Minneapolis, nos EUA. Um chefe de polícia afirmou que não existe indícios de que o músico tenha cometido suicídio.

O instituto onde foi feita a autópsia afirmou em nota que nenhuma informação sobre a causa da morte vai ser divulgada até que todos os exames e resultados estejam completos, o que pode levar semanas.

Leia mais
 


Duelos agendados

A Conmebol divulgou hoje as datas dos confrontos das oitavas de final da Libertadores. Entre os times brasileiros, o Atlético-MG é o que entra mais cedo em campo. A equipe enfrenta o Racing na Argentina, às 19h30 da próxima quarta-feira.

Ainda na quarta, o Corinthians vai a Montevidéu encarar o Nacional, às 21h45, e o Grêmio recebe o Rosario Central em Porto Alegre, também às 21h45. Na quinta é a vez do São Paulo encarar o Toluca, do México, no Morumbi, às 21h45.

Leia mais

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos