Giro UOL traz os destaques da manhã desta quarta, 11/05, para você; ouça

Thomaz Molina

Do UOL, em São Paulo

Sessão histórica 

O plenário do Senado vota hoje se aceita ou não iniciar o julgamento da denúncia que pede o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

São necessários os votos da maioria simples da Casa, isto é, de 41 dos 81 senadores, para o processo avançar. Caso o Senado acolha o pedido, a presidente é notificada e pode ficar afastada por até 180 dias. Se o julgamento não acabar nesse prazo, ela volta ao cargo.

Leia mais

 

Lula já articula oposição 

O ex-presidente Lula já se dedica à costura da estratégia de oposição ao governo de Michel Temer.

Ele tem incentivado a criação de uma frente inspirada no modelo uruguaio: um grande grupo que reuniria sindicatos, associações, partidos, ONGs e outros movimentos de esquerda.

Leia mais

 

Vai se abster    

O suplente do ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), Pedro Chaves (PSC-MS), disse que não vai votar na sessão do Senado que decide hoje sobre a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma.

Chaves afirmou que ainda não tem posição definida sobre o impedimento. Ele vai assumir o cargo no Senado após a cassação do mandato de Delcídio ser decidida por 74 votos a favor e nenhum contra na noite de ontem.

Leia mais

 

Deixou para lá 

O ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli determinou o arquivamento do inquérito que investigava o senador Blairo Maggi (PR-MT) por lavagem de dinheiro.

Cotado para assumir o Ministério da Agricultura em um eventual governo Temer, Maggi era investigado por corrupção ativa e passiva na Operação Ararath, que apurava a existência de uma instituição financeira que atuava sem autorização do Banco Central.

Leia mais

 

Por uma saída digna 

Sem o apoio do próprio partido, o PP, da maior parte das demais legendas e dos próprios colegas da Mesa Diretora, o presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão, negocia os termos da saída dele do comando da Casa.

Maranhão quer apenas se licenciar do mandato de deputado para assumir uma secretaria estadual no governo do aliado Flávio Dino no Maranhão, voltando depois de alguns meses ao cargo de vice-presidente da Câmara. Além disso, ele quer garantias de que o PP não o expulse por ter votado contra o impeachment e que o partido trabalhe pela manutenção do mandato.

Leia mais

 

Ameaça dos taxistas 

Taxistas ameaçam parar São Paulo nos próximos dias em protesto contra o decreto assinado ontem pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, que legaliza os aplicativos de transporte individual, caso do Uber. 

A categoria promete fazer manifestações até a revogação do decreto e tem como meta fechar as principais avenidas e rotas da capital paulista, como a Radial Leste, a avenida 23 de maio e os principais acessos aos aeroportos de Congonhas e Guarulhos.

Leia mais

 

Noite de Libertadores 

São Paulo e Atlético-MG disputam hoje, às 21h45, no Morumbi, o primeiro jogo das quartas de final da Libertadores.

Pela Copa do Brasil, o Santos vai ao Acre enfrentar o Galvez, às 19h30. Às 21h45, o Vasco visita o CRB em Alagoas e o América-MG recebe o Bahia em Belo Horizonte. Você acompanha esses jogos ao vivo pelo aplicativo Placar UOL ou pelo site uol.com.br.

Leia mais

 

Não precisa mais esconder na mala 

O Ministério da Agricultura vai passar a liberar a entrada no Brasil de produtos de origem animal trazidos por turistas.

Com a instrução normativa, ficam permitidos, entre outros, produtos lácteos industrializados, como queijos franceses e doce de leite argentino, e carnes e embutidos, como salames espanhóis e peixes defumados. Mas há um limite de cinco quilos desses tipos de produto por pessoa.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos