Giro UOL traz os destaques da manhã desta segunda, 23/05, para você; ouça

Thomaz Molina

Do UOL, em São Paulo

Lava Jato

A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje, a 29ª fase da operação Lava Jato, no Rio de Janeiro, em Pernambuco e no Distrito Federal. O ex-assessor parlamentar do PP, João Cláudio Genu, teve um mandado de prisão preventiva expedido contra ele. Genu foi acusado de participação no escândalo do mensalão por ter realizado um saque de R$ 1,1 milhão em espécie, mas foi absolvido pelo STF.

A operação foi batizada de "Repescagem", pois Genu é ex-assessor do ex-deputado José Janene (PP-PR), morto em 2010. Janene foi apontado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef, delatores da Lava Jato, como um dos políticos que atuaram no esquema de pagamento de propina envolvendo a estatal.

Leia mais

 

Gravação comprometedora

Em conversas ocorridas em março passado, o ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB-RR), sugeriu ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado que uma "mudança" no governo federal resultaria em um pacto para "estancar a sangria" representada pela operação Lava Jato, que investiga os dois.

O advogado do ministro do Planejamento, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que Jucá "jamais pensaria em fazer qualquer interferência" na Lava Jato e que as conversas, gravadas de forma oculta, não contêm ilegalidades.

Leia mais

 

Meta fiscal 

O presidente em exercício Michel Temer vai entregar hoje ao Congresso Nacional a proposta que prevê um deficit das contas públicas de até R$ 170,5 bilhões em 2016.

O projeto de lei que reduz a meta fiscal deve ser votado pelos deputados nesta terça-feira. Caso o Congresso não aprove a mudança até o dia 30, o governo vai precisar cortar R$ 138 bilhões para se adequar às previsões de receitas e despesas anunciadas pela nova equipe econômica.

Leia mais

 

Pela recuperação do crescimento 

O presidente interino, Michel Temer (PMDB-SP), pediu a inclusão, no primeiro pacote econômico, de medidas para destravar o investimento e buscar uma recuperação do crescimento nos próximos meses.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, Temer deseja anunciar também "medidas positivas e propositivas" para o país, além das que visam controlar os gastos públicos.

Leia mais

 

Crise afeta previdência privada 

O desemprego em alta e a inflação pressionada achataram a renda das famílias e provocaram aumento de 22% nos resgates na previdência privada aberta no primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período de 2015.

Os dados são da Fenaprevi, Federação Nacional de Previdência Privada e Vida. Os saques saltaram de R$ 10,98 bilhões para R$ 13,39 bilhões.

Leia mais

 

Protesto contra Temer 

Depois de pouco mais de quatro horas acampadas, as cerca de 150 pessoas que se mantinham em uma praça próxima à residência do presidente interino, Michel Temer, em São Paulo, foram tiradas do local pela Polícia Militar.

Os manifestantes se recusaram a sair das redondezas da casa de Temer, no bairro de Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, e ensaiaram resistir sentados sobre colchões. Os PMs começaram a dispersar o acampamento com bombas de efeito moral, de gás lacrimogênio e jatos d'água.

Leia mais

 

Fã morto de Ana Hickmann        

Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos, o fã da apresentadora Ana Hickmann que foi morto depois de invadir o quarto dela em um hotel de Belo Horizonte, deve ser enterrado nesta segunda-feira.

Ele foi morto pelo cunhado da apresentadora, que reagiu ao ataque de Rodrigo. O caso é tratado pela polícia como legítima defesa. 

Leia mais

 

Equilíbrio 

Depois de apenas duas rodadas do Campeonato Brasileiro, nenhuma equipe conseguiu obter aproveitamento de 100%. Na "era dos pontos corridos", o fato só tinha ocorrido uma vez, em 2003.

Agora em 2016, sete equipes lideram o Brasileirão, mas todas elas somam quatro pontos: Santa Cruz, Chapecoense, Fluminense, Atlético-MG, Ponte Preta, Grêmio e Internacional.

Leia mais

 

Virada Cultural politizada 

E além de muita música, a Virada Cultural de São Paulo, que ocorreu neste fim de semana, foi marcada pela frase "Fora Temer". As palavras foram cantadas de artistas ao público durante boa parte da 12ª edição do evento.

Diversas bandas como Nação Zumbi, Criolo e Detonautas agitaram a multidão ao se posicionarem contra o presidente interino. Leci Brandão também fez um show bastante politizado, assim como os Detonautas e a Nação Zumbi, que fechou a Virada no palco Júlio Prestes.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos