Giro UOL traz os destaques da noite desta quinta, 13/10, para você; ouça

Do UOL, em São Paulo

Lula três vezes réu

O juiz da 10º Vara Federal de Brasília, Vallisney Souza Oliveira, aceitou denúncia contra o ex-presidente Lula, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e outras nove pessoas. Os envolvidos são acusados dos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e organização criminosa.

Com isso, é a terceira vez que Lula se torna réu em processos ligados à Operação Lava Jato. De acordo com denúncia do Ministério Público Federal, Lula teria recebido propina para ajudar na liberação de empréstimos do BNDES para obras da Construtora Odebrecht em Angola.

Leia mais



Cunha na berlinda

O juiz Sérgio Moro acatou denúncia contra Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o deputado cassado virou réu na Operação Lava Jato.

Cunha é acusado de receber cerca de R$ 2,4 milhões em propinas para contratos firmados pela Petrobras em Benin, na África, e usar contas na Suíça para lavar o dinheiro. Por essa denúncia ele é réu pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e falsidade ideológica com fins eleitorais.

Leia mais

 

Atrás das grades

O juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-senador Gim Argello (PTB-DF) a 19 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Argello foi preso em abril em um dos desdobramentos da Operação Lava Jato. Segundo a investigação, ele teria cobrado R$ 5 milhões para barrar a convocação de executivos de empreiteiras nas duas CPIs da Petrobras, em 2014.

Moro também condenou o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, a 8 anos e 2 meses de reclusão por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Outros dois empreiteiros ligados à UTC também foram sentenciados à prisão: Ricardo Pessoa pegou 10 anos e seis meses, e Walmir Pinheiro Santana pegou 9 anos e 8 meses.

Leia mais


Por mais trabalho

No segundo trimestre, cerca de 22,7 milhões de brasileiros não tinham emprego ou queriam trabalhar mais horas. O número representa 13,6% do total de pessoas com 14 anos ou mais, ou seja, em idade de trabalhar. Os dados são do IBGE.

Nesse grupo se enquadram desempregados, subocupados - ou seja, quem tem emprego, mas trabalha menos de 40 horas por semana e gostaria ou poderia trabalhar mais -, e força de trabalho em potencial, que são aqueles que não estavam disponíveis para trabalhar por algum problema, como saúde ou estudos. Esses são indicadores novos da pesquisa Pnad Contínua, adotados pelo IBGE para enriquecer as análises sobre o mercado de trabalho e se ajustar às recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Leia mais


Fuga de dólares

Pouco mais de um ano depois de perder o grau de investimento, o Brasil enfrenta hoje a maior fuga de dólares da última década. Só no mercado financeiro, a saída da moeda norte-americana em 2016 já supera a entrada em US$ 48,7 bilhões, quase o dobro do que foi perdido no auge da crise mundial de 2008.

De acordo com dados do Banco Central, o saldo negativo acumulado de janeiro a setembro de 2016 é de US$ 15,8 bilhões. Apesar da forte retirada de dólares nas operações financeiras, a equação foi compensada pela balança comercial, que registrou um superávit de US$ 33 bilhões no período.

Leia mais

 

Teto móvel

O presidente Michel Temer disse que a proposta de emenda à Constituição que limita os gastos públicos pode ser revista em quatro, cinco ou seis anos. A PEC 241, conhecida como PEC do Teto, limita o aumento dos gastos do governo à inflação dos 12 meses anteriores por 20 anos.

O texto, aprovado em primeiro turno na Câmara, prevê que a revisão da forma de correção dos gastos só pode acontecer depois de dez anos. A proposta gerou críticas de que o orçamento congelado acabaria prejudicando principalmente os gastos com saúde e educação.

Leia mais
 


Ex-governador preso

A Polícia Federal deflagrou hoje a operação Ápia, para desarticular uma suposta organização criminosa que atuou no Tocantins nos anos de 2013 e 2014. O ex-governador Sandoval Lobo Cardoso (SD) foi preso, e o ex-governador Siqueira Campos, que foi do PSDB até março passado, quando deixou o partido, foi levado coercitivamente para depor.

De acordo com as investigações, o grupo fraudou licitações e contratos de terraplanagem e pavimentação asfáltica em rodovias estaduais.

Leia mais


Delator cita Aécio

O ex-presidente da Andrade Gutierrez Otávio Marques de Azevedo confirmou ter negociado doações para a campanha presidencial de Aécio Neves, em 2014, com o empresário Oswaldo Borges da Costa, ex-presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais no governo do tucano.

O executivo fez a declaração ao TSE, em ação movida pelo PSDB que pede a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer. Ao explicar sobre como eram feitas as doações eleitorais da empreiteira, Otávio também foi indagado sobre repasses a partidos e políticos.

Leia mais


Sem isenção

A Receita Federal suspendeu a isenção tributária do Instituto Lula relativa ao ano-calendário de 2011. A entidade foi alvo de uma ação de fiscalização no fim de agosto e notificada por suposto "desvio de finalidade".

O Instituto tem prazo de 30 dias para se explicar. Em nota, a entidade declarou que age de acordo com a lei e que vai esclarecer todos os questionamentos.

Leia mais
 


Mercado em movimento

A Bolsa fechou em alta de 0,16%, com 61.118,58 pontos. O resultado de hoje foi puxado, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da Petrobras, que subiram mais de 2%, e dos bancos Bradesco, Itaú Unibanco e Banco do Brasil.

No mercado de câmbio, o dólar operou em alta durante grande parte da sessão, mas passou a cair durante a tarde e registrou queda de 0,57%, cotado a R$ 3,182. É o menor valor de fechamento desde 11 de agosto.

Leia mais



tamanho do rombo

Analistas do mercado melhoraram ligeiramente as projeções para o rombo primário nas contas públicas neste ano. Os dados são do Ministério da Fazenda, com base em dados coletados em setembro. Para 2016, a previsão de déficit primário passou para R$ 159,884 bilhões, abaixo da estimativa anterior, que era de R$ 160,378 bilhões, e da meta fixada para este ano, abaixo dos R$ 170,5 bilhões negativos.

Já para o ano que vem o cenário piorou. A expectativa passou a ser de um déficit de R$ 145,388 bilhões para o governo central, contra R$ 140,157 bilhões do levantamento anterior. Esse valor ultrapassaria com folga a meta estabelecida pelo governo de um saldo negativo em R$ 139 bilhões para 2017.

Leia mais

 

Frágil perante a natureza

O Haiti é o país que registra o maior número de mortes por catástrofes naturais nos últimos 20 anos, segundo a ONU. Foram 229.699 vidas perdidas nesse período. O país foi devastado por um terremoto em 2010, sofreu três anos com a seca causados pelo fenômeno El Niño, e, no último dia 4 de outubro, foi atingido pelo furacão Matthew.

O relatório da ONU acrescenta ainda que, de 1996 a 2015, 90% das mortes em catástrofes naturais foram registradas em países pobres, ou de renda média.

Leia mais
 


Próximo chefe da ONU

O português António Guterres foi nomeado como próximo secretário-geral da ONU. Ex-chefe do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, ele substitui o sul-coreano Ban Ki-Moon a partir de 1º de janeiro de 2017.

Guterres promete apoiar os mais vulneráveis e pediu união das grandes potências globais para resolver problemas como a guerra na Síria.

Leia mais


E o Nobel vai para...

O cantor e compositor Bob Dylan levou o prêmio Nobel de Literatura em 2016. De acordo com a Academia Sueca, que concede o prêmio, Dylan criou novas expressões poéticas dentro da grande música tradicional americana.

Bob Dylan é o primeiro compositor de canções a ganhar o prêmio máximo da literatura. Antes do Nobel, ele já tinha ganhado 12 prêmios Grammy, um Oscar, um Globo de Ouro, um Pulitzer e um Príncipe das Astúrias de Artes.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos