Giro UOL traz os destaques da manhã desta terça, 18/10, para você; ouça

Giovanna Montemurro

Do UOL, em São Paulo

Prestação de contas do PT

O PT usou recursos do fundo partidário para pagar R$ 6,4 milhões para a agência de comunicação Pepper, responsável pela assessoria de imprensa do partido em 2015. A empresa é investigada na operação Acrônimo, que apura um esquema de desvio de recursos públicos na campanha de 2014 de Fernando Pimentel.

O partido também usou recursos públicos para pagar diárias de hotel para a equipe de comunicação do Instituto Lula durante um evento em Montes Claros (MG) em 2015. Todas as despesas estão na prestação de contas de 2015 que o partido enviou ao TSE.

Leia mais

 

Cratera sem culpados

A Justiça de São Paulo inocentou todas as 14 pessoas acusadas de responsabilidade no acidente nas obras do metrô de São Paulo que deixou sete mortos em janeiro de 2007. O desabamento no canteiro de obras da estação Pinheiros abriu uma cratera que engoliu caminhões, maquinários e quem passava por uma das ruas no entorno.

De acordo com a decisão, não ficou provado no processo que os técnicos do consórcio e do Metrô tinham condições de evitar o acidente.
Leia mais

 

Mais uma fuga em massa

Uma fuga em massa ocorreu em uma unidade prisional em Franco da Rocha, na Grande São Paulo, no fim da tarde de ontem. De acordo com informações preliminares da Polícia Militar, entre 200 e 300 presos fugiram do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico 1.

O caso se soma a uma série de incidentes em unidades prisionais administradas pelo governo Geraldo Alckmin (PSDB), que incluem outra fuga em massa há pouco mais de um mês.
Leia mais


Luto no trânsito

A cidade de São Paulo teve em agosto a maior quantidade de mortes no trânsito em 14 meses. E, pela primeira vez neste ano, houve aumento no número de vítimas em relação ao mesmo mês de 2015. A alta de 14% interrompe uma sequência de sete quedas seguidas em 2016.

Os 103 mortos em acidentes de trânsito superaram os 90 de agosto de 2015. De modo geral, os dados de queda das vítimas na cidade no acumulado do ano ainda são positivos –17%, enquanto no Estado baixaram 6%.

Leia mais

 

Perdoado, mas preso

O ministro Luis Roberto Barroso, do STF, concedeu o perdão da pena imposta ao ex-ministro José Dirceu no processo do mensalão. Barroso atendeu a um pedido da defesa de Dirceu e a um parecer do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, favoráveis à extinção da pena.

No entanto, Dirceu continua preso porque foi condenado a 20 anos e dez meses em um dos processos da operação Lava Jato pelos crimes de crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e organização criminosa.

Leia mais

 

Doações suspeitas

Subiu para R$ 1,41 bilhão o total de doações eleitorais suspeitas na campanha municipal de 2016. Isso corresponde a mais da metade de todo o dinheiro doado a candidatos e partidos: R$ 2,227 bilhões.

O levantamento é do Tribunal Superior Eleitoral. Entre os lançamentos suspeitos há um beneficiário do Bolsa Família que aparece como doador de R$ 75 milhões.

Leia mais

 

Penas mais duras para juízes

Cármen Lúcia, presidente do STF, afirmou que a Lei de Magistratura Nacional deve ser alterada para estabelecer punições mais duras para juízes que cometam irregularidades.

A ministra disse durante entrevista no Roda Viva (TV Cultura) que a pena imposta à juíza Clarice Maria de Andrade era a máxima possível  no caso específico. Ela foi afastada por dois anos, com direito a receber os salários, pela decisão de manter uma adolescente de 15 anos presa em uma cela masculina por 26 dias.

Leia mais

 

Brasileirão

O São Paulo conquistou um importante resultado ontem ao vencer o Fluminense, de virada, por 2 a 1, no Rio.

Com a vitória, o São Paulo chega aos 39 pontos e se afasta da zona de rebaixamento, pulando para a 12ª posição. Já o Fluminense, por outro lado, se mantém com 46 pontos, perde três posições e fica fora do G-6, em 8º.

Leia mais

 

A volta de Sabotage

O rapper Sabotage, morto há 13 anos, teve o segundo álbum da carreira lançado ontem. O trabalho póstumo foi preparado com músicas escritas e gravadas um dia antes do assassinato do músico aos 29 anos.

Assim como o disco de estreia de Sabotage, o segundo álbum também foi produzido pelo Selo Instituto. Todas as 11 músicas podem ser ouvidas de graça no UOL.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos