Giro UOL traz os destaques da noite desta quinta, 17/11, para você; ouça

Do UOL, em São Paulo

Partilha de estádios

Empreiteiras combinaram a divisão de obras de estádios da Copa por meio de um cartel. É o que apontam delações feitas por executivos da Andrade Gutierrez. Entre as arenas citadas estão Maracanã, Mineirão, Arena Amazônia e o estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Segundo os executivos, houve uma reunião entre todas as construtoras em 2007, logo depois de o Brasil ter sido escolhido sede da Copa de 2014. Dessa reunião, saiu um acordo para divisão de obras entre a Andrade Gutierrez e a Odebrecht.

Leia mais


A mesada de Cabral

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, preso hoje em um desdobramento da operação Lava Jato, recebia "mesada" de empreiteiras. De acordo com o Ministério Público Federal, ele recebeu mais de R$ 40 milhões ilegais entre 2007 e 2014 das empresas Andrade Gutierrez e Carioca Engenharia.

Cabral foi preso na operação Calicute por suspeita de desviar recursos de obras feitas pelo governo estadual com recursos federais.

Leia mais


Votação adiada

A comissão da Câmara dos Deputados que analisa o projeto de lei com medidas de combate à corrupção adiou para a terça-feira (22) a votação do texto do relator, o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

A votação foi suspensa ontem, depois que um grupo de manifestantes a favor da intervenção militar no país invadiu o plenário da Câmara, e deveria ter sido retomada hoje.

Leia mais


Suor e tinta

O relator Pedro Chaves (PSC-MS) disse que vai recomendar a inclusão obrigatória das disciplinas de artes e educação física no texto da Medida Provisória da reforma do Ensino Médio. O relatório vai ser apresentado ainda em novembro a uma comissão mista no Senado.

Além da volta das disciplinas, o relator vai propor a ampliação da jornada escolar de 800 para pelo menos mil horas por ano para todas as escolas de ensino médio até 2018.

Leia mais


Repatriação de recursos

A proposta para regularizar recursos de brasileiros no exterior pode ir ao plenário do Senado na próxima semana com um texto que permita parentes de políticos participarem da segunda fase do programa. Essa é a intenção do relator do texto, o senador Romero Jucá (PMDB-RR).

De acordo com o peemedebista, a possibilidade vai ser discutida com o Ministério da Fazenda e tem como objetivo "evitar injustiças".

Leia mais


Violência no trânsito

O Brasil registrou 43.780 mortes no trânsito em 2014, 2% a mais que o número de vítimas fatais do ano anterior. Além disso, cerca de 600 mil ficaram com sequelas permanentes em função dos acidentes.

Além das vidas perdidas, a violência no trânsito naquele ano causou um prejuízo de R$ 56 bilhões aos cofres públicos. Esse valor corresponde a todo o repasse do governo federal para todos os Estados da região Norte do país mais os Estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Os dados são Observatório Nacional de Segurança Viária.

Leia mais


Uma cratera sem culpados?

O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a absolvição dos acusados pela cratera aberta durante as obras da linha 4-amarela do metrô, em janeiro de 2007. O acidente deixou sete pessoas mortas.

Dos 14 réus, 12 voltaram a ser absolvidos, em segunda instância. A obra do metrô de Pinheiros era de responsabilidade do Consórcio Via Amarela, liderado pela Odebrecht. A Promotoria afirma que os responsáveis sabiam do problema nas escavações um mês antes da tragédia. O Ministério Público vai analisar se entra com um novo recurso.

Leia mais


Mercado financeiro

A Bolsa fechou em queda de 1,63%, com 59.770,47 pontos, após duas altas seguidas. A baixa foi influenciada, principalmente, pelo desempenho negativo das ações da Petrobras e do Bradesco, que caíram mais de 3% cada. A mineradora Vale, o Itaú Unibanco e o Banco do Brasil também tiveram queda.

O dólar fechou praticamente estável, com leve baixa de 0,08%, cotado em R$ 3,419.

Leia mais

 

Prévia informal do PIB

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central, considerado uma prévia informal do PIB, subiu 0,15% em setembro na comparação com o mês anterior. Os dados foram divulgados hoje pelo Banco Central.

A leve alta de 0,5% da produção industrial após duas quedas mensais seguidas ajudou a evitar a queda do IBC-Br em setembro. Já a queda das vendas no varejo  acelerou para 1% no mês, e o setor registrou o pior resultado para o mês em 14 anos.

Leia mais


Mais privacidade

O WhatsApp suspendeu o envio de dados de usuários da Europa para o Facebook. Essa foi uma medida para dar mais tempo ao debate sobre a privacidade.

As informações sobre os usuários coletadas no aplicativo de mensagens serviam para orientar a publicidade na rede social. O Facebook, que é responsável pelo WhatsApp, afirma que a suspensão é temporária, enquanto as leis são debatidas.

Leia mais


A guerra de Itaquera

A Odebrecht se recusou a fazer obras adicionais na Arena Corinthians, cobradas pelo clube para aumentar a funcionalidade do estádio. Os dirigentes do Corinthians, que já ameaçaram ir à Justiça contra a Odebrecht, reclamam que a construtora teria entregado o estádio com itens faltando.

A empreiteira também não pretende fornecer à firma de auditoria mais documentos além daqueles já disponibilizados, outra exigência de cartolas corintianos para saber o que falta ser feito.

Leia mais


Final em casa

O Grêmio conseguiu autorização do STJD para jogar a final da Copa do Brasil em casa. O clube tinha sido punido com a perda do mando por causa da invasão da filha do técnico Renato Gaúcho, Carol Portaluppi, no jogo contra o Cruzeiro.

Um novo julgamento vai reavaliar o caso antes da partida decisiva, contra o Atlético-MG, no dia 30.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos