O Brasil está indo para grau de investimento ou ladeira abaixo?

Esta é a versão online da newsletter Olhar Apurado. Quer receber antes o boletim e diretamente no seu email? Clique aqui. Assinantes UOL têm acesso a newsletters, colunas, reportagens exclusivas e mais. Confira.

********

A decisão do Copom de manter os juros inalterados deve servir para trazer alguma calma aos mercados. Assim é a análise de José Paulo Kupfer na coluna de hoje. Mas Raquel Landim acende um alerta, pelo menos para o curto prazo. A colunista observa que, após crítica de Lula à decisão, alguns indicadores, como dólar e juros futuros, pioraram.

Ainda sobre a situação econômica do país, Reinaldo Azevedo analisa entrevista de Winston Fritsch, um dos arquitetos do Plano Real, à Folha. Escrevo só o título: "Entrevista ímpar. Ou: País mais para 'investment grade' do que para o caos". Vale ler o texto e ver o vídeo.

José Paulo Kupfer: Decisão ao mesmo tempo técnica e política de manter juros acalma mercados

Raquel Landim: Crítica de Lula ao BC inverte tendência e prejudica recuperação do mercado

Reinaldo Azevedo: Entrevista ímpar. Ou: País mais para 'investment grade' do que para o caos

Outros olhares

Wálter Maierovitch: Censura de Moraes contra reportagens é motivo para impeachment. Leia mais

Continua após a publicidade

Alicia Klein: A Copa América vai começar: três razões para você se importar. Leia mais

Milton Neves: Mesmo milionário, o Galo virou a segunda força de Minas! Vergonhoso... Leia mais

Juca Kfouri: Espanha amassa a Itália e ganha só com gol contra. Leia mais

Leão Lobo: Chrystian e Ralf tinham visão de mercado e sabiam quando parar. Leia mais

Tales Faria: Para caciques da aliança de Ricardo Nunes, o vice coronel Mello "é pesado". Leia mais

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes