UOL Notícias Notícias
 

27/10/2004 - 20h42

PESQUISA-Vantagem de Bush sobre Kerry cai para um ponto

Por John Whitesides

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, tem uma vantagem de um ponto percentual em nível nacional sobre seu adversário democrata, John Kerry, que aparece um pouco à frente no importante Estado de Ohio, segundo a pesquisa Reuters/Zogby divulgada na quarta-feira.

A vantagem de 48-47 por cento para Bush caracteriza um empate técnico. Na véspera, o presidente liderava por 49-46 por cento. A pesquisa leva em conta o resultado de três dias consecutivos de levantamentos -- a cada dia, o antepenúltimo resultado é substituído pelo mais recente, o que permite a identificação instantânea de movimentos do eleitorado.

"Hoje (quarta-feira) foi um grande dia para Kerry", disse o pesquisador John Zogby. O democrata também chegou à liderança em Ohio (46-45 por cento), tirando três pontos de Bush, e está à frente na Pensilvânia (49-46). Mas Bush lidera na Flórida (48-46) e conseguiu empatar em Michigan, onde Kerry tinha dez pontos de vantagem há apenas três dias.

Bush tem uma sólida vantagem de 51-44 por cento em Nevada. Nos outros nove Estados onde ainda há disputa, a diferença para o presidente ou para seu adversário está sempre dentro da margem de erro, que é de 4,1 pontos em cada Estado.

Kerry aparece à frente também no Colorado, em Minnesota e em Wisconsin, enquanto Bush lidera no Novo México. Em Iowa e Michigan, há um empate numérico.

Kerry consolidou sua base de apoio nacional, da mesma forma que Bush fizera no começo da campanha. Ele tem o apoio de dois terços do eleitorado hispânico, de 90 por cento dos negros, 84 por cento dos democratas, 55 por cento dos sindicalizados e 65 por cento dos solteiros.

Só 4 por cento dos eleitores permanecem indecisos.

A seis dias das eleições, em 2000, Bush tinha cinco pontos de vantagem sobre o democrata Al Gore nas pesquisas.

O número de eleitores que acham que Bush merece a reeleição permanece em 48 por cento, o mesmo índice dos que querem um novo presidente. O governo Bush é tido como ótimo ou bom por 49 por cento dos entrevistados e como regular e ruim por 51 por cento.

A pesquisa nacional ouviu 1.203 eleitores entre domingo e terça-feira, com margem de erro de 2,9 pontos. O levantamento continuará sendo feito até segunda-feira, a véspera da votação.

Ohio, Flórida, Pensilvânia e Michigan, que somam 85 votos no Colégio Eleitoral, são os maiores prêmios ainda em disputa. Outros Estados importantes, como Califórnia, Texas e Nova York, já estão claramente inclinados para um ou outro candidato. Para se eleger, são necessários 270 dos 538 votos do Colégio.

A pesquisa ouviu 600 prováveis eleitores em cada Estado, entre domingo e quarta-feira.

Os resultados são os seguintes (entre parênteses, o percentual do líder e do segundo colocado):

Colorado -- Kerry (50-46)

Flórida -- Bush (48-46)

Iowa -- empate (45-45)

Michigan -- empate (47-47)

Minnesota -- Kerry (47-44)

Novo México -- Bush (47-44)

Nevada -- Bush (51-44)

Ohio -- Kerry (46-45)

Pensilvânia -- Kerry (49-46)

Wisconsin -- Kerry (50-46)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host