UOL Notícias Notícias
 

22/03/2006 - 13h01

Briga entre PT e oposição ameaça relatório da CPI dos Correios

BRASÍLIA (Reuters) - Enquanto as atenções se voltam para a batalha travada entre governo e oposição nas sessões da CPI dos Bingos, outra disputa semelhante ameaça comprometer a conclusão da CPI dos Correios que corre o risco de terminar sem seu relatório final.

A apresentação do relatório final, prevista para acontecer na última terça-feira foi adiada sem uma nova definição de data. Integrantes da oposição e da base governistas tentam acertos para que o documento satisfaça aos dois lados da disputa. O prazo dos trabalhos se encerra no próximo dia 10.

"O que a gente quer é a verdade. Se a oposição quiser politizar e fazer disputa eleitoreira como faz na CPI dos Bingos nós não vamos poder votar", disse à Reuters o relator-adjunto da comissão, deputado Maurício Rands (PT-PE).

Caso os trabalhos não sejam novamente prorrogados, hipótese já descartada pelos líderes da CPI, a comissão está sob o risco de ter seu prazo esgotado sem a apreciação do relatório final.

Segundo Rands, o PT defende que o relatório não seja parcial. Rands afirma que seu partido não irá aceitar, por exemplo, que o documento final apresentado pelo relator, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR,) afirme que o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sabia do mensalão e não agiu para coibi-lo.

"Isso não é verdade. O presidente acionou o então presidente da Câmara, João Paulo (Cunha PT-SP), e o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), quando foi informado pelo (então deputado Roberto) Jefferson (PTB-RJ)", afirmou Rands, lembrando que o petebista disse ter relatado o mensalão ao presidente.

"Queremos um relatório sóbrio e abrangente", disse o petista.

O sub-relator de Fontes Financeiras, deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR), minimiza a possibilidade de que a investigação acabe sem relatório.

Apesar disso, ele reconhece a influência da disputa política no documento e defende que o texto abranja todas as denúncias levadas à CPI.

"Teremos de nos mobilizar para termos um relatório includente e abrangente", afirmou o tucano à Reuters

(Por Áureo Germano)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host