UOL Notícias Notícias
 

02/05/2006 - 21h22

Risco de suicídio está ligado a mês de nascimento, diz estudo

LONDRES (Reuters) - As pessoas nascidas na primavera ou no início do verão no hemisfério norte têm 17 por cento a mais de risco de cometer suicídio em relação às que fazem aniversário no outono ou no começo do inverno, afirmaram pesquisadores nesta terça-feira.

Eles descobriram que as mulheres nascidas em abril, maio e junho tinham 29,6 por cento mais chances de tirar as próprias vidas. Os homens apresentavam risco 13,7 por cento maiores.

"Nossos resultados dão suporte à hipótese de que há um efeito sazonal nas taxas mensais de nascimentos de pessoas que se matam e que há um excesso desproporcional dessas pessoas nascidas no fim da primavera e em meados do verão em relação aos outros meses", afirmou o doutor Emad Salib, da Universidade de Liverpool, em um relatório no British Journal of Cancer.

Salib e Mario Cortina-Borja, da University College, em Londres, analisou os dados de 26.915 suicídios e mortes com lesões não determinadas na Inglaterra e no País de Gales entre 1979 e 2001. Todas as pessoas envolvidas tinham nascido entre 1955 e 1966.

Eles afirmaram que tinham sido descobertas tendências sazonais de nascimento em casos que incluíam câncer de mama e de testículos, doenças coronárias, tumores cerebrais, doença de Crohn e estágios iniciais do linfoma de Hoggkin.

As descobertas são condizentes com as informações de taxas maiores de nascimentos na primavera e no início do verão daqueles que sofrem de alcoolismo e distúrbios comportamentais, cujas mortes representam cerca de 10 por cento do total anual na Inglaterra e no País de Gales.

Salib, no entanto, afirmou que as descobertas não mostram que a esquizofrenia, que também se relaciona aos riscos de suicídio, tenha vínculo com os nascimentos no inverno.

Os pesquisadores sugerem que a exposição dos fetos a fatores como dieta das mães, infecções, toxinas, quantidade de luz solar e hormônios poderia estimular distúrbios físicos e psiquiátricos, incluindo suicídio, na idade adulta.

Salib espera que as descobertas melhorem a compreensão sobre o suicídio e a capacidade de prevenir as pessoas sob maior risco.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host