UOL Notícias Notícias
 

13/06/2006 - 14h41

Furacão em Miami causaria prejuízo de US$130 bilhões, diz estudo

NOVA YORK (Reuters) - No início de mais uma temporada de furacões no Atlântico, uma empresa especializada alertou para um cenário devastador: a passagem de um furacão de categoria 5 por Miami custaria 130 bilhões de dólares às seguradoras.

A executiva-chefe da AIR Worldwide, Karen Clark, disse que cenários desenvolvidos por seu grupo, sediado em Boston, previram a passagem de um furacão da maior intensidade da escala pelo sul da Flórida e a ocorrência de um grande terremoto na região central dos Estados Unidos, que poderia causar prejuízos de 150 bilhões de dólares às seguradoras.

Clark deu as declarações num seminário cujo objetivo é determinar se há a necessidade da criação de um programa federal de seguro contra desastres para servir de apoio a seguradoras que enfrentem grandes prejuízos.

Empresas como a Allstate Corp. e Estados como a Flórida apóiam a criação do fundo. As seguradoras estão começando a se afastar das áreas com grande risco de terremotos e furacões.

Para Clark, o aumento do valor das propriedades em áreas de alto risco, como a costa da Flórida, representa uma ameaça financeira às seguradoras, aos segurados e à economia.

"Há uma possibilidade de 1 por cento de que haja prejuízos de mais de 100 bilhões de dólares este ano", disse Clark.

"Ela pode parecer pequena, mas a probabilidade de haver esse tipo de prejuízo -- ou ainda maior -- nos próximos 10 anos é de quase 20 por cento, quando se inclui o crescimento contínuo no número e no valor das propriedades sob risco".

Em determinadas regiões da Flórida, o custo dos seguros cresceu 90 por cento desde o ano passado, quando o Estado foi atingido pelos furacões Katrina e Wilma.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host