UOL Notícias Notícias
 

16/06/2006 - 17h37

Mídia local informa que filho do último rei italiano é preso

ROMA (Reuters) - O príncipe Vittorio Emanuele di Savoia, de 69 anos, foi preso na sexta-feira durante uma investigação de corrupção e prostituição, informou a mídia italiana.

Os investigadores suspeitam que Vittorio Emanuele, filho de Umberto 2o, último rei da Itália, tenha contatos com a máfia siciliana e ajude a agenciar prostitutas para clientes de um cassino em Campione d'Italia, encravado no Lago Lugano, próximo à fronteira suíça, segundo a agência de notícias italiana Ansa.

Ele foi preso em meio à investigação conduzida por magistrados da cidade de Potenza, no sul do país, afirmaram a Ansa e a televisão estatal RAI. A agência de notícias AGI disse que ele foi detido na cidade de Lecco, no norte.

Vittorio Emanuele, que tinha 9 anos quando a família real foi exilada, está envolvido no que a Ansa definiu como "associação criminosa de estímulo à prostituição".

A família real italiana foi exilada após a Segunda Guerra Mundial, quando em um referendo os italianos rejeitaram a monarquia em favor da república.

Eles permaneceram na Suíça até 2003, quando a Itália suspendeu a proibição de que herdeiros do sexo masculino voltassem ao país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host