UOL Notícias Notícias
 

28/06/2006 - 08h51

Israel e palestinos devem evitar crise, diz União Européia

BRUXELAS (Reuters) - Israel e militantes palestinos devem recuar do ponto em que estão antes que uma crise, iniciada pelo sequestro de um soldado israelense, fuja do controle, disse a União Européia (UE) nesta quarta-feira.

"Todos os lados precisam considerar suas responsabilidades de maneira extremamente cuidadosa", disse a comissária de Relações Exteriores da UE, Benita Ferrero-Waldner, em um comunicado.

Ela reiterou um pedido para que os raptores do cabo Gilad Shalit o libertem e apelou a Israel que "aja com prudência" para permitir esforços diplomáticos que assegurem a libertação dele.

"Os dois lados devem recuar do ponto limite em que estão, antes que isso se torne uma crise que nenhum dos dois consiga controlar", disse.

Israel enviou tanques apoiados por helicópteros armados e artilharia pesada para a Faixa de Gaza na quarta-feira, para aumentar a pressão sobre os militantes palestinos e fazê-los libertar Shalit. O cabo havia sido capturado em um ataque na fronteira por palestinos armados, três dias antes.

(Por David Brunnstrom)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,73
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,00
    65.010,57
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host