UOL Notícias Notícias
 

14/08/2006 - 16h27

Para exilados cubanos, fotos de Fidel são falsas

Por Jane Sutton

MIAMI (Reuters) - Os exilados cubanos do bairro de Little Havana, em Miami, mantêm na segunda-feira as esperanças de que seu velho inimigo Fidel Castro esteja morto e levantam as suspeitas de que as fotos dele, divulgadas no fim-de-semana, sejam montagens.

Fidel aparece num quarto, sentado, ao telefone e deitado, conversando com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Foi sua primeira aparição ao público desde 31 de julho, quando se afastou do poder por causa de uma cirurgia intestinal. As fotos foram divulgadas pela imprensa estatal no dia em que Fidel completou 80 anos. Aparentemente, a intenção era tranqüilizar a população sobre seu estado de saúde.

Numa das fotos, Fidel segura o exemplar de domingo do jornal Granma, mas há em Miami quem ache que houve uma montagem com rostos mais antigos do veterano líder comunista.

"Não acho que a foto de Fidel Castro seja autêntica", disse Paul Salgueiro, médico que deixou Cuba em 1961. "Eu gostaria que fosse ao contrário e que ele não aparecesse mais na foto".

Conversando diante de um popular restaurante cubano do bairro, muita gente se perguntava por que Fidel não falou pelo rádio ou pela TV, se está se recuperando tão bem quanto sugerem as fotos.

"Se ele está falando ao telefone, porque não disse nada [publicamente]?", questionou José Fábregas, para quem as fotos são falsas.

Fábregas acredita que Fidel está em estado terminal, mas ainda vivo. Seu amigo Juan Delgado concorda. "Está vivo, sem dúvida", disse Delgado, cujo pai sobreviveu, aos 82 anos, de uma cirurgia contra uma hemorragia intestinal, que seria o caso de Fidel.

Entrando no restaurante, Diana Cabrera nem se importa com a autenticidade das fotos. "Se são verdadeiras, ele está muito doente. Se foram manipuladas, vamos saber que ele já acabou. De qualquer forma, é uma mudança política".

Carlos Cabezas, que deixou Cuba aos 5 anos, acha que o regime manipulou as fotos "porque está sempre tentando ser sorrateiro e irritar os cubanos aqui em Miami".

O governo dos EUA também está atento às fotos. "Dado o fato de ele ter sofrido uma importante cirurgia há duas semanas, ele parece bastante bem para um homem da sua idade", disse uma autoridade dos EUA, acrescentando que o serviço de inteligência continua analisando o material. Para esse funcionário, "não há razão para duvidar da autenticidade das fotos".

O porta-voz da Casa Branca, Tony Snow, discordou. "A primeira [foto] era uma imagem sem-vergonha usando o [software de manipulação de imagens] Photoshop. Pelo menos a segunda ficou um pouco melhor", afirmou.

(Reportagem adicional de Caroline Drees em Washington)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h09

    -0,80
    3,257
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h16

    0,97
    63.841,54
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host