UOL Notícias Notícias
 

21/08/2006 - 07h48

Bomba em mercado de Moscou deixa ao menos 8 mortos

MOSCOU (Reuters) - Uma bomba matou pelo menos oito pessoas e feriu cerca de 40 em um mercado moscovita nesta segunda-feira. Promotores disseram que se tratava de um atentado ligado ao crime organizado, embora o terrorismo não possa ser descartado.

A bomba pode também ter provocado a explosão de um encanamento de gás nas proximidades, o que fez com que algumas autoridades dissessem, no início, que se tratava de uma explosão a gás.

O promotor-chefe de Moscou, Yuri Syomin, disse que a explosão foi provocada por uma bomba caseira de força equivalente a 1,2 Kg de TNT.

Oito pessoas morreram e 41 foram levadas a hospitais. O Ministério das Emergências disse que duas crianças estão entre as vítimas fatais.

"Vi uma criancinha deitada coberta de sangue e perto da criança uma mulher estava sem se mexer. Tudo estava coberto de sangue", disse Artyk, de 19 anos, que trabalha em uma das bancas do mercado.

Grupos ligados à revolta anti-Moscou na região russa da Chechênia realizaram explosões e sequestros na capital no passado, causando dezenas de mortes. Mas o último ataque do tipo aconteceu há mais de um ano.

Gangues criminosas russas às vezes usam pequenos artefatos explosivos em sua luta pelo controle de mercados em Moscou. Explosões acidentais de bujões de gás também são comuns.

A explosão aconteceu em uma área do extenso complexo de mercados Cherkizovo, próximo ao estádio de futebol Lokomotiv.

(Texto de Christian Lowe)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host