UOL Notícias Notícias
 

01/10/2006 - 22h19

Onze Estados e Distrito Federal já têm governador eleito

SÃO PAULO (Reuters) - Com a apuração chegando à reta final, onze Estados já definiram a eleição para o governo local no primeiro turno: Espírito Santo, Piauí, Amapá, Rondônia, Ceará, Sergipe, Tocantins, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A disputa também está definida no Distrito Federal.

No Espírito Santo, com 99,99% das urnas apuradas, o governador Paulo Hartung (PMDB) estava com 77,28% dos votos válidos contra 21,75% de Sérgio Vidigal (PDT).

Wellington Dias (PT), do Piauí, também reelegeu-se para o governo do Estado no primeiro turno. Com 85,86% dos votos apurados, Dias ficou com 61,48% dos votos válidos e Mão Santa (PMDB), com 24,84%.

No Amapá, com 94,91% dos votos apurados, Waldez Góes (PDT) reelegeu-se por ampla margem. Ele estava com 53,87% dos votos válidos contra 37,51 de João Capiberibe (PSB).

Com 96,93% dos votos apurados em Rondônia, Ivo Cassol (PPS) estava reeleito com 54,03% dos votos válidos. Fátima Cleide (PT) ficou com 25,92%.

No Sergipe, o eleito foi o ex-prefeito de Aracaju Marcelo Déda (PT). Com 98,58% dos votos apurados, Déda estava com 52,48% dos votos contra 44,99% do atual governador João Alves (PFL).

No Tocantins, o governador Marcelo Miranda (PMDB) está reeleito. Com 98,23% dos votos apurados, Miranda estava com 51,66% dos votos válidos e Siqueira Campos (PSDB), com 46,70%.

No Ceará, Cid Gomes (PSB) derrotou o governador Lúcio Alcântara (PSDB). Com 86,57% dos votos apurados, Cid estava com 62,27% dos votos válidos contra 33,80% de Alcântara.

Em Minas Gerais, com 93,62% dos votos apurados, o tucano Aécio Neves estava com 77,11% dos votos válidos contra 21,94% de Nilmário Miranda (PT).

De acordo com pesquisa de boca-de-urna do Ibope, José Serra (PSDB) deve ganhar com folga em SP. Com 50,18% dos votos apurados, ele liderava com 59,17% dos votos válidos contra 30,80% de Aloizio Mercadante (PT), que já reconheceu a derrota.

"Queria dizer que a minha campanha não evoluiu como eu tinha planejado. Acho que o envolvimento de alguns petistas no lamentável episódio do dossiê prejudicou de forma decisiva a campanha. E seguramente se não tivesse ocorrido esse episódio eu estaria aqui me preparando para o segundo turno", disse Mercadante na noite de domingo.

No Mato Grosso, Blairo Maggi (PPS) foi reeleito. Com 88,92% dos votos apurados, Maggi ficou com 65,28% e Antero Paes de Barros (PSDB), com 19,79%.

No Mato Grosso do Sul, com a apuração encerrada, André Puccinelli (PMDB) elegeu-se com 61,34% dos votos válidos. Delcídio Amaral (PT) ficou com 38,04 dos votos.

No Distrito Federal, José Roberto Arruda (PFL) venceu no primeiro turno. Dos 99,88% dos votos apurados, ele obteve 50,38% dos votos válidos contra 23,97% da governadora Maria Abadia (PSDB).

Segundo turno
A realização de segundo turno já foi confirmada em oito Estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro e Maranhão.

No Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB) já garantiu uma vaga na disputa pelo governo do Estado, mas o segundo candidato ainda não está definido. Com 99,11% dos votos apurados, Yeda estava com 32,90% dos votos válidos contra 27,32% de Olívio Dutra (PT) e 27,16% do governador Germano Rigotto (PMDB).

Em Santa Catarina, Luiz Henrique (PMDB) vai disputar o segundo turno com Esperidião Amin (PP). Com 99,65% dos votos apurados Henrique estava com 48,9% dos votos e Amin, 32,76%.

No Paraná, o governador Roberto Requião (PMDB) vai para o segundo turno com Osmar Dias (PDT). Com 99% dos votos apurados, Requião estava com 42,86% dos votos válidos e Dias, com 38,5%.

Em Goiás, com 99% dos votos apurados, o governador Alcides Rodrigues (PP) estava com 48,24% dos votos e vai disputar o governo com Maguito Vilela (PMDB), que ficou com 41,13% dos votos.

O governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), vai para o segundo turno com José Maranhão (PMDB). Com 99% dos votos apurados, Cassio tinha 49,76 dos votos válidos e Maranhão, 48,66%.

Em Pernambuco, com 95,51% dos votos apurados, o governador Mendonça Filho (PFL) ficou com 39,34% dos votos e disputa o segundo turno contra Eduardo Campos (PSB), que estava com 33,83%.

No Rio de Janeiro, o segundo turno será entre Sérgio Cabral (PMDB) e Denise Frossard (PPS). Com 77,83% dos votos apurados, Cabral estava com 41,12% dos votos válidos e Frossard, com 24,25%.

No Maranhão, Roseana Sarney (PFL) vai para o segundo turno com Jackson Lago (PDT). Com 98,20% dos votos apurados, Roseana estava com 47,15% dos votos válidos e Lago, com 34,48%

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host