UOL Notícias Notícias
 

30/12/2006 - 02h02

CRONOLOGIA-Vida e morte de Saddam Hussein

LONDRES (Reuters) - Conheça fatos importante da vida do ex-presidente do Iraque Saddam Hussein, que foi executado por enforcamento no sábado, segundo informaram várias fontes.

28 de abril de 1937 -- Nasce na aldeia de Al-Awja, ao lado de Tikrit, a 150 quilômetros ao norte de Bagdá.

Outubro de 1956 -- Adere a um levante contra o governo real pró-britânico e torna-se militante do Partido Baath, secular e pan-árabe.

Outubro de 1959 -- Um ano após a queda da monarquia, toma parte em uma tentativa de matar o primeiro-ministro Abdel-Karim Kassem. Foge para o exterior.

Fevereiro de 1963 -- Volta a Bagdá, quando o Partido Baath toma o poder com um golpe militar, mas nove meses depois o partido é derrubado. Capturado e preso. Eleito vice-secretário-geral do partido quando estava na prisão.

Julho de 1968 -- Saddam ajuda a planejar o golpe que coloca o Partido Baath de volta no poder, derrubando o presidente Abdul-Rahman Aref.

Março de 1975 -- Como vice-presidente do Conselho de Comando Revolucionário (RCC), Saddam assina um acordo de fronteiras com o xá do Irã, que encerra o apoio a uma revolta curda no Iraque, provocando seu colapso.

16 de julho de 1979 -- Assume o poder após a renúncia do presidente Ahmed Hassan al-Bakr como presidente do RCC.

22 de setembro de 1980 -- Após atritos na fronteira, Saddam lança uma guerra contra o Irã, que duraria oito anos.

16 de março de 1988 -- Forças iraquianas lançam um ataque químico contra a cidade curda de Halabja, matando cerca de 5.000 pessoas.

20 de agosto de 1988 -- Implementado um cessar-fogo oficial na guerra Irã-Iraque. A campanha contra os curdos continua.

2 de agosto de 1990 -- Lança a invasão do Kuweit, provocando a imposição de sanções pelo Conselho de Segurança da ONU.

17 de janeiro de 1991 -- Forças lideradas pelos EUA iniciam a Guerra do Golfo com ataques aéreos no Iraque e no Kuweit ocupado. 28 de fevereiro de 1991 -- As hostilidades terminam com a saída das forças iraquianas no Kuweit.

3 de abril de 1991 -- Conselho de Segurança da ONU ordena o Iraque a desfazer-se de seus programas de armas químicas, biológicas e nucleares e de mísseis de longo alcance.

15 de outubro de 1995 -- Saddam vence um referendo presidencial e é eleito com mais de 99 por cento dos votos.

23 de fevereiro de 1996 -- Dois desertores iraquianos, ambos casados com filhas de Saddam, são mortos por parentes dias depois de voltarem da Jordânia ao Iraque.

15 de outubro de 2002 -- Resultados oficiais mostram Saddam com 100 por cento dos votos em referendo para um novo mandato.

7 de dezembro de 2002 -- Saddam pede desculpas pela invasão do Kuweit, mas culpa a liderança do emirado. O Kuweit rejeita as desculpas.

2 de fevereiro de 2003 -- Em sua primeira entrevista em mais de uma década, Saddam nega que Bagdá tenha armas proibidas ou ligação com a Al Qaeda.

15 de março de 2003 -- Saddam coloca o Iraque em compasso de guerra, dividindo o país em quatro distritos militares e colocando seu filho mais novo, Qusay, no comando da área vital de Bagdá-Tikrit.

20 de março de 2003 -- EUA lançam a guerra contra o Iraque com ataques em Bagdá direcionados à "liderança muito importante". Saddam aparece na televisão pedindo para os iraquianos defenderem o país.

9 de abril de 2003 -- Forças dos EUA entram em Bagdá após a queda do regime de Saddam, de 24 anos.

22 de julho de 2003 -- Militares dos EUA confirmam que os dois filhos de Saddam, Uday e Qusay, foram mortos durante uma batalha em Mosul.

14 de dezembro de 2003 -- EUA anunciam captura de Saddam Hussein.

19 de outubro de 2005 -- Começa o julgamento em que Saddam é acusado de crimes contra a humanidade pelo assassinato de 148 xiitas em Dujail após uma tentativa de assassinato em 1982. Ele afirma não ser culpado.

5 de novembro de 2005 -- Uma corte de Bagdá considera Saddam culpado de crimes contra a humanidade e o sentencia à forca pelas mortes dos 148 xiitas em Dujail.

26 de dezembro de 2006 -- Uma corte de apelação iraquiana confirma o veredicto e a sentença de morte contra Saddam no caso de Dujail.

30 de dezembro de 2006 -- Saddam é enforcado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h29

    0,15
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h37

    -0,59
    63.705,70
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host