UOL Notícias Notícias
 

16/02/2007 - 15h44

Otan diz que Rússia não deve temer escudo antimíssil dos EUA

VARSÓVIA (Reuters) - A Rússia não tem nada a temer quanto ao planejado sistema antimíssil dos Estados Unidos na Europa Central, disse na sexta-feira o comandante supremo da Organização do Tratado do Atlântico do Norte (Otan), John Craddock.

A Rússia se opõe à instalação de partes do projeto em seus ex-satélites Polônia e República Tcheca, alegando que isso iria distorcer o equilíbrio de poder na Europa pós-Guerra Fria.

Perguntado em uma coletiva em Varsóvia se a Rússia está certa em se preocupar, Craddock disse: "Absolutamente não. Esse escudo irá proporcionar segurança contra ataques de regimes perigosos e este é claramente o seu objetivo." O sistema antimíssil irá combinar radares de longo alcance e foguetes para detectar e derrubar mísseis carregando ogivas nucleares, bacteriológicas ou químicas.

O presidente russo, Vladimir Putin, tem dito que o plano de instalar partes do escudo em ex-repúblicas comunistas é um "sério fator que reduz a confiança mútua". Ele também criticou a incorporação de alguns desses países à Otan.

Craddock disse que Putin não tem nada a temer. "Todos os 26 membros são países democráticos", disse."Por isso a expansão das fronteiras próximas à Rússia não pode ser uma ameaça. Eu não compreendo porque ela deve ser temida".

(Por Natalia Reiter)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host