UOL Notícias Notícias
 

31/05/2007 - 12h14

Francês arrisca prisão na China para escalar arranha-céu

XANGAI (Reuters) - O francês Alain Robert, famoso por escalar os arranha-céus mais altos do mundo, não deixaria que 15 dias de estadia em uma prisão chinesa impedissem sua tentativa de conquistar o prédio mais alto do país.

Fantasiado de Homem-Aranha, nesta quinta-feira ele subiu e desceu, sem equipamentos, a Torre Jin Mao, de 88 andares.

O feito foi executado em 90 minutos e, quando seus pés tocaram o chão, ele foi preso pela polícia.

Robert decidiu escalar o estrutura de aço e vidro sem permissão, depois que autoridades recusaram dois pedidos.

"Se você obedecer todas as regras, você perde a diversão", disse Robert à Reuters antes de escalar a torre de 420,5 metros.

"Escalei os três prédios mais altos do mundo, então considerei que deveria escalar o quarto mais alto. É como se algo estivesse faltando."

Robert consultou advogados e diplomatas franceses antes de sua empreitada e disse que esperava enfrentar 15 dias de prisão e uma multa de até 1.300 dólares.

Em 2001, o vendedor de sapatos chinês Han Qizhi foi a primeira pessoa a escalar a Torre Jin Mao. Han, que estava passando perto do prédio e agiu por "impulso", foi detido por cerca de duas semanas.

(Por Jerker Hellstrom)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h39

    0,24
    3,287
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h43

    -0,41
    63.000,69
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host