UOL Notícias Notícias
 

13/06/2007 - 16h23

Venezuela diz que EUA mentem em relatório sobre tráfico humano

CARACAS (Reuters) - A Venezuela acusou na quarta-feira os Estados Unidos de mentir no relatório sobre tráfico humano, divulgado nesta semana, em que o governo norte-americano afirmou que Caracas não está fazendo esforços suficientes para lutar contra o crime.

No mais recente desencontro entre os dois governos, o ministro venezuelano do Interior e da Justiça, Pedro Carreño, desclassificou o relatório do Departamento de Estado que aponta o país sul-americano como "fonte, trânsito e destino" de mulheres e crianças vítimas do tráfico para exploração sexual.

"Não podemos ... esperar que eles digam a verdade, sua intenção velada é gerar uma campanha de comunicação em nível internacional para arranhar o prestígio que tem o compatriota presidente (Hugo) Chávez", disse Carreño em declarações à rede de tevê estatal VTV.

O ministro argumentou que a denúncia de Washington deve-se ao fato de que as políticas do "governo revolucionário dificultam a implementação do plano imperial na América Latina".

Nos últimos relatórios, o Departamento de Estado também tem criticado a situação dos direitos humanos e as liberdades civis na Venezuela e acusado recorrentemente a Venezuela de não colaborar de maneira suficiente na luta contra o narcotráfico.

Chávez, que diz levar adiante uma revolução socialista a favor dos pobres, tem rejeitado persistentemente esses relatórios, que considera ser ferramentas de pressão política dos Estados Unidos para prejudicar a imagem internacional de seu governo.

(Por Enrique Andrés Pretel)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host