UOL Notícias Notícias
 

25/10/2007 - 17h54

Putin se opõe a novas sanções ao Irã

LISBOA (Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, opôs-se na quinta-feira à adoção de novas sanções contra o programa nuclear do Irã, por considerar que isso encurralaria o país.

"Por que deveríamos piorar a situação, encurralar [o Irã], ameaçando novas sanções?", disse Putin a jornalistas durante visita a Lisboa.

Antes, os EUA haviam anunciado um novo pacote de sanções unilaterais.

A Rússia, que ajuda o Irã a construir uma usina nuclear, aprovou dois pacotes de sanções brandas no Conselho de Segurança da ONU, destinadas a forçar Teerã a cooperar com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

Mas a Rússia disse que só vai apoiar novas sanções se a AIEA declarar que Teerã não está cooperando ou se a agência da ONU descobrir que o programa nuclear iraniano tem objetivos militares -- o que o governo do país nega.

"Ficar correndo feito um louco com uma navalha na mão não é a melhor forma de resolver tais problemas", disse Putin ao lado do presidente português, Aníbal Cavaco Silva.

A Rússia tem poder de veto no Conselho de Segurança da ONU e, dessa forma, pode impedir novas sanções internacionais ao Irã.

(Por Oleg Shchedrov)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h29

    -0,03
    3,135
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h38

    -0,20
    75.841,33
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host