UOL Notícias Notícias
 

03/10/2008 - 15h28

Palin superou expectativas em debate, dizem eleitores dos EUA

Por Andrea Hopkins

CINCINNATI, EUA (Reuters) - Na manhã seguinte ao mais esperado debate da história dos EUA envolvendo candidatos a vice-presidente, os eleitores norte-americanos compartilhavam uma mesma opinião: a governadora do Alasca, Sarah Palin (da chapa republicana), não se saiu mal no final das contas.

"Palin conseguiu defender seus pontos de vista", afirmou o republicano Bryan Welage, 42, um empresário de Cincinnati. "Eu sei que houve dúvidas sobre se ela teria um bom desempenho, no debate, a respeito de algumas questões. Mas acho que ela se saiu bastante bem."

O guia turístico Joe Kovack, 54, um democrata de Nova York, concordou.

"Na minha opinião, o debate terminou empatado. Fiquei surpreso com o fato de a governadora Palin ter se defendido bem", disse Kovack enquanto aguardava por turistas na Times Square.

A apenas um mês das eleições presidenciais (marcadas para 4 de novembro), o debate de quinta-feira à noite entre Palin e o candidato democrata a vice-presidente, senador Joe Biden, prendeu a atenção dos norte-americanos.

Esse fato por si já é atípico. Durante meses, a campanha eleitoral centrou-se nos dois candidatos à Presidência: o republicano John McCain, 72, um senador pelo Estado do Arizona que se descreve como um político independente, e o democrata Barack Obama, 47, um senador pelo Estado de Illinois que prega uma mensagem de esperança e que defende mudanças depois de oito anos de governo do presidente George W. Bush.

No entanto, a opção de McCain pela pouco conhecida Palin para dividir a chapa republicana com ele surpreendeu os norte-americanos. Eleitores e analistas de política, desde então, passaram a comentar avidamente a respeito da governadora de primeiro mandato e ex-prefeita de uma pequena cidade.

Palin, 44, que se descreve como uma "mãe comum", viu-se pressionada depois de uma conturbada entrevista concedida na semana passada e na qual encontrou dificuldades para responder a várias perguntas. Depois, a candidata foi criticada por sugerir que tinha experiência em questões de política internacional porque o Alasca ficava perto da Rússia.

Porém, os telespectadores, quase por unanimidade, consideraram que a republicana conseguiu defender-se bem contra Biden no debate de quinta-feira.

Segundo uma pesquisa da rede CNN feita com 611 norte-americanos adultos que assistiram ao evento, 51 por cento deles consideravam que Biden havia vencido o debate -- contra 36 por cento para Palin.

No entanto, uma ampla maioria de 81 por cento opinou que Palin saiu-se melhor que o esperado.

(Reportagem adicional de Matt Bigg em Atlanta, Nick Carey em Chicago, Claudia Parsons em Nova York, Tim Gaynor em Phoenix e Todd Melby em Minneapolis)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h39

    -0,21
    3,272
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host