UOL Notícias Notícias
 

12/11/2008 - 09h58

BC britânico vê forte contração da economia e indica juro menor

LONDRES (Reuters) - A economia britânica terá forte contração no próximo ano, e a inflação poderá cair para pouco menos de 1 por cento em dois anos, estimou o Banco da Inglaterra nesta quarta-feira, sugerindo que mais cortes da taxa de juro estão por vir.

Em seu conjunto de previsões mais pessimistas em uma década, o banco central informou que a economia britânica provavelmente já entrou em recessão e deve se contrair mais no próximo ano.

De acordo com as estimativas do Banco da Inglaterra, a inflação ao consumidor, atualmente em 5,2 por cento, deve cair para pouco menos de 1 por cento --metade da meta do BC-- em dois anos, considerando que o juro permanecerá no atual patamar de 3 por cento, ou mesmo se a taxa cair em linha com o caminho implícito nas taxas de mercado antes do corte inesperado da semana passada.

Desde o corte d 1,5 ponto percentual da taxa básica, os mercados esperam que o juro caia mais fortemente, talvez abaixo de 2 por cento.

"Desde agosto o mundo mudou, e nós mudamos nossa previsão", disse o presidente do BC britânico, Mervyn King, em uma entrevista coletiva.

"Nós certamente estamos preparados para cortar a taxa novamente se isso for necessário. Há muitas coisas para aprender entre agora e nossa próxima reunião", disse King.

"O relatório de inflação de novembro nos dá uma indicação muito forte de que o Comitê de Política Monetária espera cortar a taxa de juro muito mais nos próximos meses", disse Jonathan Loynes, economista da Capital Economics. "Um por cento (ou menos) aqui vamos nós."

(Reportagem de Sumeet Desai e Christina Fincher)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host