UOL Notícias Notícias
 

14/04/2009 - 13h31

Obama diz que aquisição de bancos nos EUA poderia custar mais

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta terça-feira que a aquisição antecipada de bancos problemáticos poderia acabar custando mais dinheiro aos contribuintes e enfraquecer a já abalada confiança.

Ele rebateu as críticas de que sua recusa em nacionalizar bancos seria outro exemplo de Washington "protegendo Wall Street" e afirmou que sua postura nada tem a ver com política ou ideologia.

"Isso é porque nós acreditamos que aquisições antecipadas pelo governo podem acabar implicando em maiores custos aos contribuintes e porque isso pode mais enfraquecer que criar confiança", disse Obama em discurso.

Os reguladores norte-americanos estão em meio a "testes de estresse" dos maiores bancos para determinar se eles possuem capital suficiente para resistir a uma recessão cada vez mais profunda da economia norte-americana.

Obama disse que se os bancos necessitarem de mais capital e não puderem levantar esses recursos no setor privado, "nós vamos assumir essa responsabilidade, impor os ajustes necessários, fornecer apoio para limpar suas folhas de pagamento e assegurar a continuidade de uma instituição forte e viável que possa servir nosso povo e nossa economia".

(Reportagem de Emily Kaiser)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host