UOL Notícias Notícias
 

13/10/2009 - 21h47

Zelaya pede mais pressão da comunidade internacional em Honduras

TEGUCIGALPA (Reuters) - O presidente hondurenho deposto, Manuel Zelaya, disse nesta terça-feira que enviou cartas a governantes do continente, entre eles o mandatário norte-americano Barack Obama, pedindo para que aumentassem suas ações contra aqueles que o depuseram.

Zelaya tenta voltar ao poder.

"Pedi em cartas particulares ao presidente Obama (...) falei com os presidentes da América, com as presidentes da América, sobre a necessidade de recrudescer ações se o regime seguir se negando a dar uma democracia verdadeira ao povo hondurenho", disse Zelaya em entrevista à Reuters.

As declarações de Zelaya foram feitas antes que os representantes do governo de facto de Honduras e do líder deposto garantissem que avançaram nas negociações para superar a crise que divide o país e que começaram a dialogar sobre uma eventual restituição do mandatário deposto ao poder.

(Por Magdalena Morales e Frank Jack Daniel)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host