UOL Notícias Notícias
 

25/11/2009 - 18h34

Argentina estende lei que dá poderes especiais ao governo

BUENOS AIRES (Reuters) - O Congresso argentino aprovou nesta quarta-feira a extensão por dois anos de uma lei que concede poderes extraordinários ao governo em questões econômicas, sociais e cambiais, como renegociação de contratos de serviços públicos e fixação de tarifas.

A chamada "emergência econômica" havia sido sancionada originalmente em 2002, quando o país atravessava uma profunda crise econômica, política e social, e desde então tem sido prorrogada sistematicamente todos os anos.

Os senadores aprovaram a lei, que havia recebido sanção da Câmara dos Deputados há algumas semanas, por 38 votos a favor e 23 contra.

Na crise, que começou no fim de 2001, o sistema político sofreu um grande golpe, que refletiu nos cinco presidentes que assumiram o país em apenas 10 dias, e contribuiu para o colapso do sistema financeiro local.

A presidente argentina, Cristina Kirchner, tentou aprovar o projeto antes de perder o controle do Congresso com a mudança de legisladores em dezembro, após a derrota eleitoral sofrida nas eleições de meio mandato em junho.

(Reportagem de Karina Grazina)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host