UOL Notícias Notícias
 

02/12/2009 - 15h44

Tribunal alemão suspende julgamento de guarda nazista

MUNIQUE (Reuters) - Um tribunal alemão cancelou o terceiro dia de audiências do julgamento do guarda de um campo de concentração nazista nesta quarta-feira porque o suspeito de 89 anos estava doente.

O juiz Ralph Alt disse que John Demjanjuk, um ex-funcionário da indústria automotiva norte-americana, acusado de ajudar a matar 27.900 judeus durante a Segunda Guerra Mundial, havia mostrado sinais de uma infecção.

O julgamento só deve ser retomado em 21 de dezembro, disse o tribunal de Munique em comunicado.

Demjanjuk, que nega ter participado do Holocausto, não falou nos primeiros dois dias de audiências no que deve ser o último grande julgamento de crimes de guerra da Alemanha nazista.

Ele apareceu no tribunal em uma cama de hospital, e permaneceu com os olhos fechados ou olhando para o vazio. A sessão da tarde de terça-feira foi suspensa depois que Demjanjuk fez gestos com as mãos. Um médico que o atendia pediu que as audiências fossem suspensas.

A família dele insiste que ele está fragilizado demais para participar do julgamento, mas familiares das vítimas acusaram Demjanjuk de exagerar seu estado de saúde.

(Reportagem de Peter Maushagen)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host