UOL Notícias Notícias
 

08/12/2009 - 10h51

Emprego na indústria tem maior alta desde julho de 2008

SÃO PAULO (Reuters) - O emprego na indústria brasileira cresceu em outubro pelo quarto mês consecutivo, registrando a maior alta mensal desde julho do ano passado.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta terça-feira que o aumento foi de 0,7 por cento na comparação com setembro. Em relação a outubro de 2008, o emprego caiu 5,7 por cento, na 11a variação negativa. No acumulado do ano a queda também é de 5,7 por cento.

"Com esses resultados, o índice de média móvel trimestral, que vinha apresentando menor ritmo de queda desde fevereiro último, apontou a terceira taxa positiva consecutiva: 0,4 por cento", afirmou o IBGE em nota.

"Em síntese, a evolução positiva dos índices do emprego industrial e do número de horas pagas nos últimos meses reflete o maior dinamismo da atividade produtiva, tomando-se por base o confronto mês/mês anterior", acrescentou o IBGE.

Na comparação com igual mês de 2008, o contingente de trabalhadores diminuiu em 13 áreas e 16 setores pesquisados. São Paulo e Minas Gerais registraram as principais contribuições negativas com queda de 4,2 e 11,3 por cento, respectivamente.

Entre os setores industriais pesquisados, as principais pressões negativas foram de Meios de transporte (-13 por cento), Máquinas e equipamentos (-10,5 por cento) e Produtos de metal (-10,2 por cento), também em relação a outubro de 2008.

O número de horas pagas aumentou 0,5 por cento sobre setembro, no quinto aumento consecutivo, mas caiu 5,7 por cento frente a outubro do ano passado.

FOLHA DE PAGAMENTO

O IBGE informou ainda que a folha de pagamento real dos trabalhadores da indústria cresceu 0,5 por cento ante setembro.

"Com esses resultados, o indicador de média móvel trimestral avançou 0,6 por cento entre os trimestres encerrados em setembro e outubro, após ter registrado crescimento de 0,4 por cento em setembro", acrescentou.

Na comparação com igual período do ano passado, a folha de pagamento caiu 4 por cento.

(Reportagem de Vanessa Stelzer)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host