UOL Notícias Notícias
 

06/02/2010 - 10h16

EUA minimizam chances de acordo nuclear com Irã

ANCARA (Reuters) - O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, disse no sábado não ver sinais de que um acordo entre o Irã e potências ocidentais em torno do programa nuclear do país esteja próximo e sugeriu que chegou o momento de avançar com sanções.

"Não tenho a percepção de que estamos perto de um acordo", afirmou Gates a jornalistas em Ancara, onde encontrou lideranças turcas.

Seus comentários contrastaram com aqueles feitos pelo ministro das Relações Exteriores do Irã, Manouchehr Mottaki, que disse na sexta-feira ver boas perspectivas para um acordo em torno da troca de urânio enriquecido iraniano por combustível nuclear para fins científicos.

"Se eles estão preparados para aceitar a proposta original do P-5 mais um de entregar 1.220 quilogramas do seu urânio de uma vez, acho que haveria uma resposta a isso", afirmou Gates, em referência aos cinco membros permanentes do conselho de segurança da ONU mais a Alemanha.

Gates disse que o presidente Obama já adotou passos sem precedência de engajamento com o Irã, mas que a resposta até o momento foi "desapontadora".

"Mas a verdade é que eles não fizeram nada para assegurar a comunidade internacional de que estão preparados para satisfazer o acordo de não-proliferação, ou suspender seus avanços para uma arma nuclear. Portanto acho que várias nações precisam pensar se o momento não chegou para uma nova tática", afirmou Gates, em uma aparente referência a sanções.

(Reportagem de Adam Entous)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h09

    -0,32
    3,134
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host