UOL Notícias Notícias
 

20/02/2010 - 10h41

Padilha defende Dilma como "projeto coletivo" de todo o PT

BRASÍLIA, 20 de fevereiro (Reuters) - No dia do lançamento da pré-candidatura da ministra Dilma Rousseff à Presidência da República, o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, afirmou que sua indicação é resultado da vontade de todo o PT.

"Ela é um projeto coletivo do conjunto do partido e assumido pelo conjunto do partido", disse Padilha a jornalistas durante o 4o Congresso do PT.

"Ela sempre enfrentou desafios, inclusive sempre enfrentou questionamentos da capacidade por ser uma pessoa de esquerda, por ser uma mulher", acrescentou.

Segundo o ministro, Dilma permanecerá à frente da Casa Civil até o último momento possível antes que tenha que se desincompatibilizar para poder disputar a eleição em outubro.

Padilha acredita que a permanência de Dilma no governo após o lançamento de sua pré-candidatura neste sábado não será um problema perante o Tribunal Superior Eleitoral.

"Nossos procedimentos são corretos, o TSE já viu isso. O governo não vai parar de governar."

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host