UOL Notícias Notícias
 

26/02/2010 - 18h12

Onda de frio causa transtornos no nordeste dos Estados Unidos

Por Michelle Nichols

NOVA YORK (Reuters) - Uma violenta tempestade de inverno atingiu Nova York e grande parte do nordeste dos Estados Unidos nesta sexta-feira, levando à paralisação de empresas, escolas e meios de transporte.

Sem ônibus e trens, moradores dos arredores de Nova York tiveram dificuldades para chegar à cidade, onde mais de 30 centímetros de neve caíram em 24 horas. O metrô ficou mais lento, e os ônibus têm dificuldades para trafegar pelas ruas cobertas de neve.

"Muita gente não está vindo trabalhar, hoje está muito devagar", disse Jake Mir, de 45 anos, de Long Island, que se atrasou 45 minutos para abrir sua barraca de café no West Village, em Manhattan. "As ruas estão muito ruins, há acidentes demais."

Em Wall Street, os operadores trabalharam de casa, eletronicamente, ou desafiaram a tempestade para chegar aos escritórios, mas o movimento foi baixo, segundo observadores, e a tempestade aparentemente também provocou uma queda no volume de negócios com títulos do Tesouro.

"Não é surpreendente que, com o tempo assustador lá fora, o volume consolidado da Bolsa de Nova York hoje esteja se encaminhando até agora para ser o mais discreto do ano", disse o estrategista de títulos Peter Boockvar, da corretora Miller Tabak & Co..

O mau tempo começou na quinta-feira e deve se estender até sábado, com previsão de mais vários centímetros de neve em Nova York. Foi a terceira forte nevasca na região em um mês.

"Já chega, cansei de usar a pá (para tirar neve)", disse o aposentado Ron Rigo, de 62 anos, que tentava liberar seu carro em uma rua de Manhattan. "É o pior inverno nos últimos anos", disse.

Mais de 700 mil lares e empresas de todo o nordeste do país ficaram sem energia nesta sexta-feira.

Parte da Pensilvânia, o norte de Nova Jersey e o interior de Nova York e Massachusetts podem esperar acúmulo de mais de 60 centímetros de neve, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia.

Os efeitos do mau tempo podem ser sentidos na economia dos Estados Unidos, que luta para sair da recessão. "A questão (...) tem sido o clima excepcional neste trimestre", disse Subodh Kumar, estrategista-chefe de investimentos da Subodh Kumar & Associates, em Toronto.

Na Organização das Nações Unidas (ONU), o observador permanente da Autoridade Palestina, Riyad Mansour, disse à Assembleia Geral que a tempestade levou 56 países a não comparecerem para votar uma resolução exigindo investigações críveis dos israelenses e palestinos a respeito das acusações sobre crimes de guerra durante o conflito do ano passado na Faixa de Gaza.

(Reportagem adicional de Jon Hurdle, na Filadélfia)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host