UOL Notícias Notícias
 

26/02/2010 - 22h31

Parque SeaWorld diz que ficará com orca que matou treinadora

Por Jane Sutton

MIAMI (Reuters) - A orca que matou sua treinadora no SeaWorld, na Flórida, continuará em exibição, mas ninguém poderá entrar na água com ela ou alguma das baleias do centro até que a investigação sobre o incidente seja encerrada, disse nesta sexta-feira o presidente-executivo do parque de entretenimento.

A treinadora Dawn Brancheau estava em uma plataforma ao lado da piscina junto à baleia de 5.400 quilos depois de uma apresentação, na quarta-feira, quando o animal a puxou com a boca pelo cabelo, afirmou Jim Atchison em uma entrevista coletiva.

A orca, um macho chamado Tilikum, arrastou Dawn e logo a levou para o fundo do tanque. Os investigadores disseram que a mulher morreu por múltiplos traumas e afogamento.

Depois do incidente, o SeaWorld suspendeu todos os seus espetáculos com baleias no parque em Orlando e em seus centros em San Diego, na Califórnia, e em San Antonio, no Texas, mas as atividades serão retomadas no sábado, disse Atchison.

Tilikum, vinculado a outras mortes anteriores, não foi isolado das outras baleias e não será retirado do parque, garantiu Atchison.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host