UOL Notícias Notícias
 

05/03/2010 - 22h00

Obama quer reduzir papel de arsenal nuclear dos EUA

WASHINGTON (Reuters) - O presidente norte-americano, Barack Obama, disse nesta sexta-feira que a revisão da postura nuclear dos Estados Unidos a ser realizada em breve irá reduzir o número e o papel das armas nucleares dentro da estratégia de segurança nacional do país.

"Além disso, buscaremos ratificar o Tratado da Proibição Abrangente de Testes e negociar um tratado para acabar com a produção de material físsil para uso em armas nucleares", disse Obama a propósito do 40o aniversário do Tratado de Não Proliferação Nuclear.

Em 1999, o Tratado da Proibição Abrangente de Testes teve no Senado 19 votos a menos do que os 67 necessários para a aprovação. Na época, o Senado tinha maioria republicana, mas espera-se uma dificuldade semelhante na ratificação desta vez, quando a maioria é democrata.

"Nossa próxima Revisão da Postura Nuclear irá além da ultrapassada mentalidade da Guerra Fria e reduzirá o número e o papel das armas nucleares na nossa estratégia de segurança nacional, ao mesmo tempo em que mantemos uma dissuasão nuclear segura e eficaz", disse Obama em nota.

O presidente irá promover nos dias 12 e 13 de abril uma cúpula com representantes de até 43 países para discutir formas de tornar a atividade nuclear mais segura.

No ano passado, em Praga, Obama defendeu um mundo sem armas nucleares, e disse que faria da não proliferação uma prioridade.

(Reportagem de Ross Colvin)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host