UOL Notícias Notícias
 

07/03/2010 - 14h57

Conflito étnico mata mais de 100 na Nigéria

Em Jos (Nigéria)

Mais de 100 pessoas morreram neste domingo em conflitos entre nômades islâmicos e aldeões cristãos perto da cidade nigeriana de Jos, onde a violência sectária causou centenas de mortes em janeiro, disseram testemunhas.

Naufrágio em ilha francesa na África deixa 9 mortos

O naufrágio de uma embarcação na ilha francesa de Mayotte, na costa leste da África, matou quatro mulheres e cinco bebês, informaram hoje as autoridades locais. Outras 24 pessoas sobreviveram ao naufrágio, embora dez delas estejam internadas em estado grave, acrescentaram as fontes.

Aldeões em Dogo Nahawa, ao sul de Jos, disseram que nômades da etnia Fulani das montanhas ao redor da cidade atacaram por volta das 3h da manhã no horário local (23h de sábado de Brasília), atirando para o alto antes de esfaquearem aqueles que saíam de casa.

Uma testemunha da Reuters que visitou o vilarejo contou cerca de 100 corpos empilhados ao ar livre. Pam Dantong, diretor médico do hospital estadual de Plateau, em Jos, mostrou a jornalistas 18 cadáveres que foram trazidos do vilarejo, alguns deles parcialmente queimados.

Autoridades disseram que outros corpos foram levados para um segundo hospital na capital do Estado. Não ficou claro o motivo da violência.

"Eles chegaram por volta das 3h da manhã e começaram a atirar para o alto", disse Peter Jango, morador de Dogo Nahawa.

"O tiroteio foi só para tirar as pessoas de suas casas e depois, quando as pessoas saíram, eles começaram a cortá-las com facões", disse ele, com mulheres chorando atrás.

Quatro dias de conflitos étnicos em janeiro entre multidões munidas de armas de fogo, facas e facões mataram centenas de pessoas em Jos, a capital do estado de Plateau, que fica entre o norte muçulmano da Nigéria e o sul predominantemente cristão.

O mais recente confronto na instável região vem num momento difícil para a Nigéria, com o presidente interino Goodluck Jonathan tentando afirmar sua autoridade enquanto o líder Umaru Yar'Adua continua muito doente para governar.

(Reportagem de Shauibu Mohammed)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    0,01
    3,127
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h47

    -0,34
    64.715,23
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host