UOL Notícias Notícias
 

17/03/2010 - 15h08

Brasil gera número recorde de empregos para fevereiro

BRASÍLIA (Reuters) - A economia brasileira criou em fevereiro o maior número de empregos formais para o mês e o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, previu recorde também para março.

No mês passado, foram criados 209.425 postos com carteira assinada, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira. O número resultou de 1.526.321 admissões --segundo maior número mensal já registrado-- e de 1.316.896 demissões.

"Todo o processo produtivo está crescendo com constância há alguns meses", afirmou o ministro, ao comentar o dado. O crescimento do emprego foi disseminado entre os diferentes setores da economia, com serviços, indústria da transformação e construção civil batendo recordes de contratação líquida.

Em termos regionais, o crescimento do emprego foi liderado pelo Sudeste, onde foram criadas 120.562 vagas, com crescimento de 0,67 por cento.

A região Nordeste também se destacou ao apresentar, pela primeira vez na história, saldo positivo de empregos no mês, com crescimento de 0,04 por cento.

Lupi afirmou que os Estados da região tradicionalmente sofrem em fevereiro o impacto da entressafra da indústria sucro-alcooleira, mas neste ano esse efeito foi contrabalançado por um aumento de admissões em outros setores, como o turístico, em Estados como Bahia e Ceará.

No acumulado do ano, o país criou 390.844 vagas formais de trabalho.

Lupi estimou que, em março, o número de postos abertos superará o atual recorde para o mês, de 209 mil.

O governo tem como meta a criação de 2 milhões de empregos em 2010, último ano do mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

(Reportagem de Isabel Versiani)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host