UOL Notícias Notícias
 

19/03/2010 - 22h00

Petrobras eleva lucro trimestral e anuncia investimento

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras elevou seu lucro para 8,13 bilhões de reais no quarto trimestre de 2009, ante 6,19 bilhões de reais em igual período anterior, e anunciou investimentos de até 220 bilhões de dólares para o período de 2010 a 2014.

Apesar da elevação nos ganhos no último trimestre do ano passado, a estatal fechou 2009 com um lucro líquido total de 28,9 bilhões de reais, abaixo dos 32,9 bilhões registrados em 2008.

O aumento do lucro no quarto trimestre de 2009, segundo comunicado da empresa, se deveu ao crescimento das vendas de combustíveis no mercado interno, redução de despesas operacionais e à melhoria dos preços internacionais do petróleo.

O resultado trimestral ficou acima da estimativa de analistas consultados pela Reuters, que previam lucro líquido no período de 7,43 bilhões de reais.

No trimestre, o lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ficou em 15 bilhões de reais, ante 9,2 bilhões de reais um ano antes.

No acumulado de 2009 o Ebitda, que é uma medida da capacidade de geração de caixa da companhia, ficou em 59,9 bilhões de reais, aumento de 5 por cento ante 2008.

Sobre a queda do lucro total de 2009, a estatal informou que ela decorre da "redução nos preços de venda de petróleo e derivados, as perdas cambiais durante o período em que a companhia manteve exposição líquida ativa em dólar e a despesa extraordinária com participação especial".

"A receita operacional líquida caiu 32 bilhões de reais (em 2009), porque os preços reduziram-se. O preço do Brent caiu 36 por cento e os nossos preços de venda caíram 12 por cento", afirmou o diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, a jornalistas na sede da empresa, no Rio de Janeiro.

A produção total de petróleo e gás subiu 5 por cento em 2009 na comparação com 2008, atingindo a média de 2,52 milhões de barris/dia.

INVESTIMENTO DE US$220 BI

A empresa anunciou nesta sexta-feira que vai investir entre 200 bilhões e 220 bilhões de dólares entre 2010 e 2014, ante 174,4 bilhões de dólares do plano de investimentos anterior para o período 2009-2013.

Apesar de ter divulgado uma faixa de valor para o plano de negócios, a empresa não apresentou detalhes.

Segundo Barbassa, isso será feito daqui para frente dentro da empresa, até a aprovação do projeto de capitalização, "para poder ir para o roadshow com o plano de negócios na mão".

Quando a capitalização estiver aprovada, executivos da companhia deverão percorrer os principais centros globais para "vender" a investidores a possibilidade de participar do aumento de capital da empresa, que tem o principal objetivo de dotar a estatal de musculatura para desenvolver as grandes reservas da camada pré-sal.

"A premissa para realizar o plano de investimentos é um Brent crescente e também assumindo a capitalização, que a gente espera que ocorra até o final de julho", disse Barbassa, admitindo, porém, a possibilidade de realizar a operação a partir de outubro desse ano se o Congresso não aprovar até o final de maio.

A estatal normalmente anuncia o plano de negócios para os próximos 5 anos ao final de cada ano, mas adiou a divulgação no ano passado à espera da votação do projeto de capitalização, que já passou pela Câmara e está sob análise no Senado.

Um dos poucos detalhes adicionais para o novo plano de negócios é o de que a empresa trabalha com uma faixa de valor para o petróleo Brent de entre 62 e 77 dólares para o período de 2010 a 2014.

A estatal estimou ainda que deverá investir 88,5 bilhões de reais em 2010, ante 70,7 bilhões em 2009.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h40

    -0,68
    3,151
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h48

    0,41
    68.635,88
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host