UOL Notícias Notícias
 

20/03/2010 - 14h16

Russos protestam contra Putin em "Dia Nacional da Raiva"

VLADIVOSTOK, Rússia (Reuters) - A polícia russa dispersou neste sábado uma demonstração de oposição em Moscou, prendendo 12 pessoas. A manifestação é uma das 50 no país contra a queda na qualidade de vida sob o governo do primeiro-ministro, Vladimir Putin.

Uma coalizão de grupos de oposição declarou o "Dia Nacional da Raiva", com cerca de 50 levantes sendo realizados em meio a uma crescente insatisfação com o desemprego e aumento de impostos.

"O clima mudou, mas ainda não se transformou em um movimento", disse Masha Lipman, analista do Centro Carnegie de Moscou.

Mas, apesar de sua natureza dispersa, o Kremlin está verdadeiramente preocupado com as manifestações, disse ela.

Ao menos 1.500 pessoas foram ao porto de Vladivostok e levantaram as mãos num gesto de repúdio ao governo Putin. Cerca de mil pessoas manifestaram em São Petersburgo, enquanto centenas se reuniram em outras várias cidades.

"As pessoas não têm trabalho e estão famintas", disse Ivan Fotodtov, de 26 anos, web designer de Vladivostok que desafiou a neve para protestar contra os altos impostos sobre salários estagnados.

As eleições locais realizadas na semana passada mostraram que o apoio ao partido Rússia Unida tem caído desde o início da crise econômica, que pôs fim a dez anos de crescimento e elevou o desemprego para mais de 9 por cento.

No ano passado, o Produto Interno Bruto (PIB) da Rússia recuou cerca de 8 por cento, pior desempenho desde 1994.

(Por Aydar Buribayev)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host