UOL Notícias Notícias
 

27/03/2010 - 14h47

CORREÇÃO-Presidente russo não descarta sanções ao Irã

(Corrige título e 1o parágrafo para esclarecer que o programa nuclear é do Irã e não Iraque)

Moscou (Reuters) - O presidente russo, Dmitry Medvedev, disse neste sábado, que ainda apoia a diplomacia como forma de resolver a questão do programa nuclear do Irã, mas acrescentou que a possibilidade de impor sanções não deve ser descartada.

"Sabemos que o caminho das sanções não é a melhor opção", disse o presidente russo durante seu discurso aos participantes da conferência dos Estados da Liga Árabe.

"No entanto, não devemos excluir essa opção", acrescentou, segundo uma transcrição distribuída pela sua assessoria de imprensa.

A Rússia, que juntamente com a China, estava relutando em apoiar maiores sanções contra Teerã, mudou sua posição em relação a medidas punitivas contra a República Islâmica nos últimos meses.

Durante sua visita à França no começo do mês, Medvedev disse que se a diplomacia falhar, a Rússia apoiará sanções "inteligentes" contra o Irã, porque não pode esperar eternamente pela cooperação de Teerã.

Neste sábado, Medvedev disse que quaisquer sanções que venham a ser aplicadas, deverão ser "bem pensadas e não deverão ter como alvo a população iraniana".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host